v. 14 (2022)

					Visualizar v. 14 (2022)

           Após o primeiro ano em novo formato de publicação (fluxo contínuo), a Canoa do Tempo, Revista do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Amazonas, lança o volume 14 (2022) com o compromisso de manter-se periodizada e mais célere possível.

            Para esse novo volume, além dos artigos livres, resenhas e entrevistas, apresentamos dois dossiês: “Religiões e religiosidades na Amazônia” e “Relações de gênero no hemisfério sul: temas, problemas e perspectivas”. O primeiro está sendo trabalhado nesse momento, com previsão de lançamento em junho de 2022. O segundo está com chamada aberta até 27 de fevereiro (com data prevista de lançamento em dezembro) e convidamos pesquisadores e pesquisadoras a submeterem seus trabalhos.

            Após dois anos de pandemia, a Canoa do Tempo passou e vem passando por mudanças internas, mantendo sua qualidade e seriedade editorial. Mesmo em momentos como o atual, em que o obscurantismo e o negacionismo parecem sobrepujar à ciência, seguimos fortes com o compromisso e o rigor científico por meio de avaliação duplo-cega com pareceristas sérios e comprometidos.

            Por outro lado, partilhamos o mesmo ideal recentemente divulgado pelo Fórum de Editores de periódicos da ANPUH-Brasil, que visa expandir a valorização das revistas acadêmicas na área de História. Só venceremos os citados obscurantismo e negacionismo reconhecendo a importância dos periódicos e divulgando os trabalhos publicados, seja compartilhando em nossas redes sociais, utilizando em sala de aula ou citando em nossos próprios artigos.

Conforme o editorial lançado pelo Fórum no início de 2022, os artigos publicados em revistas acadêmicas apresentam “novidades de pesquisas, de abordagens, de revisões do campo historiográfico, de reflexões sobre a docência e sua prática etc., cujo caráter exploratório é sempre bem-vindo”[1]. O rigor e seriedade da avaliação duplo-cega por pares garantem aquilo que um trabalho científico pode oferecer: conhecimento. Dessa forma, convidamos a todas e todos a publicar, a ler e discutir o acervo da Canoa do Tempo.

 

 

[1] CASTELLUCCI, Aldrin et alii. Por uma política de valorização das Revistas acadêmicas na área de História. Revista Mundos do Trabalho. Florianópolis, 2022, v. 14, p. 2.

Publicado: 2022-06-29

Apresentação

Dossiê-Religiões e religiosidades na Amazônia: dinamismo e resistências