Sobre a Revista

A Revista Canoa do Tempo é uma publicação acadêmica online mantida e editada pelo Programa de Pós Graduação em História da Universidade Federal do Amazonas (PPGH-UFAM), que se dedica a divulgar resultados inéditos de pesquisas na área de História e interdisciplinar. O conselho científico conta com especialistas pertencentes a instituições reconhecidas nacional e internacionalmente. A Canoa do Tempo é editada semestralmente e composta por trabalhos científicos sob a forma de artigos para dossiê temático, artigos livres, entrevistas e resenhas de livros, promovendo a divulgação da produção científica com ênfase nos estudos voltados para a Amazônia. Os critérios de seleção do tema de cada dossiê estão atentos aos debates historiográficos nacionais e internacionais, incentivando a construção de um diálogo profícuo entre pesquisadores das diferentes regiões brasileiras. Seus artigos estão catalogados nos seguintes indexadores de metadados, buscadores e bibliotecas virtuais: LIVRE: revistas de livre acesso; Google Acadêmico; Portal de Periódicos da UFAM; Sumário de Revistas Brasileiras; Diadorim; CiteFactor: academic cientific journals; Scientific Indexing Services; Latindex.

Periodicidade

A Revista Canoa do Tempo adota a periodicidade semestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

Da política de avaliação por pares

- Todos os conteúdos da revista são submetidos à revisão por avaliadores externos pelo método avaliação por pares duplo-cego.
- Avaliação por pares é o processo de obter pareceres sobre manuscritos individuais de avaliadores peritos no campo. Esse processo está claramente descrito no nosso site.
- Os parecer deve ser o mais objetivo possível e suficientemente embasado para que permita o aprimoramento da pesquisa e do texto avaliado.

- Os avaliadores não devem ter conflitos de interesse e declaram isso por escrito no sistema da revista, ao realizar uma avaliação.

- Os avaliadores devem sempre chamar a atenção para textos ou trechos já publicados e que não tenham sido propriamente citados.

- Todos os artigos avaliados são tratados de forma confidencial.

- A revista entende que qualquer forma de plágio não é aceitável e usa ferramentas de revisão antiplágio.

- Sempre que um texto tenha qualidade acadêmica e cumpra os critérios estabelecidos pela revista, ele é encaminhado para a avaliação por pares duplo-cega de, no mínimo, dois avaliadores.