ANÁLISE DA DINÂMICA DO USO DA TERRA NO MUNICÍPIO DE BERTIOGA/SP

  • Vinicius Travalini
  • Cenira Maria Lupinacci da Cunha
Palavras-chave: uso da terra, Baixada Santista, geomorfologia, planejamento ambiental.

Resumo

Os sistemas ambientais litorâneos apresentam-se como áreas de elevada complexidade, devido àstrocas de matéria e energia existentes nos processos de interação entre mar e continente. Nessecontexto, as atividades antrópicas sobrecarregam a capacidade dos sistemas, criando um cenário deelevada fragilidade ambiental. Nesse âmbito, o objetivo do presente trabalho foi realizar uma análiseda dinâmica do uso da terra no município de Bertioga-SP, localizado na região metropolitana daBaixada Santista, litoral do estado de São Paulo. Esta análise foi realizada através da comparação dedados obtidos com a elaboração de representações cartográficas que compõem séries temporais do usoda terra do município, representando os cenários de 1962, 2001 e 2009, a partir de fotografias aéreasdo local (cenários 1962 e 2001) e de fragmentos de imagens de satélite de alta resolução do softwareGoogle Earth (cenário 2009). Buscou-se, dessa forma, contribuir para o entendimento da relação entreos sistemas naturais e socioeconômicos presentes nas regiões litorâneas, através da reflexão a respeitoda evolução dos tipos de atividades que vem sendo realizadas em Bertioga. Nas áreas correspondentesao Planalto Atlântico, constatou-se inicialmente o predomínio da vegetação da Mata Atlântica,juntamente com a presença de manchas de vegetação rasteira às margens do rio Itatinga. Já nospróximos cenários analisados verificou-se uma diminuição significativa das áreas de vegetaçãorasteira no Planalto Atlântico, demonstrando uma recuperação das áreas de vegetação florestal daMata Atlântica. Nas áreas referentes à Serra do Mar, foi possível identificar um domínio quaseabsoluto da vegetação da Mata Atlântica, em todos os períodos analisados, tendo em vista que a Serrado Mar é protegida por lei estadual e, apesar de ter sofrido significativas alterações em outrosmunicípios da região, em Bertioga ela não chegou a ser pressionada, em grande proporção, poratividades antrópicas. Por outro lado, é na área da Planície Costeira que se encontram as maioresmodificações da dinâmica ocupacional presente no município de Bertioga. Devido ao relevopredominantemente plano, as planícies costeiras sofrem grande pressão pelo avanço das atividadesantrópicas, na maior parte ligadas ao desenvolvimento do turismo. Dessa maneira, considerando afragilidade em que se sustentam os sistemas litorâneos, e o crescimento das atividades antrópicaspresentes no município de Bertioga, acredita-se que as análises realizadas no presente trabalho possamcontribuir para uma melhor compreensão da dinâmica do uso e ocupação da terra no município.Destaca-se também que, quando somadas a outros instrumentos de análise ambiental, este estudo podecontribuir para um melhor entendimento da relação entre os sistemas naturais e socioeconômicos esubsidiar o planejamento ambiental dos municípios litorâneos.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Travalini, V., & Lupinacci da Cunha, C. M. (2012). ANÁLISE DA DINÂMICA DO USO DA TERRA NO MUNICÍPIO DE BERTIOGA/SP. REVISTA GEONORTE, 3(6), 506 - 517. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1965