EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A TRANVERSALIDADE NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: COMPLEXIDADE E DESAFIOS DO MUNDO CONTEMPORÂNEO

  • Elizabeth da Conceição Santos
Palavras-chave: Educação Ambiental, Transversalidade, Pensamento Complexo.

Resumo

Os pressupostos que sustentam a Educação Ambiental necessitam de um novo paradigma paraenfrentamento da complexidade do mundo contemporâneo. Muito da busca de estabelecer e compreenderas conexões entre a Natureza e a Sociedade, base da questão ambiental, faz parte da história da Geografia,ciência complexa por princípio que, desde que se construiu como tal, se propôs a realizar a articulaçãoentre tais elementos. Entretanto, na prática, seguindo a linha positivista dominante àquela época, estatambém se fragmentou, perdendo parcialmente a capacidade de integrar saberes. A Transversalidadepressupõe ser um caminho para construção da Interdisciplinaridade na busca da concretização daTransdisciplinaridade. O reducionismo com que a Transversalidade é trabalhada no Ensino Básicoencontra justificativa na ausência da sua prática na formação de professores, frente ao isolamento em quese encontram os cursos de licenciaturas. A inserção da Educação Ambiental nos cursos de formação deprofessores pode permitir a prática da Transversalidade e, consequentemente um caminho para que acomplexidade da questão ambiental seja trabalhada efetivamente a partir de uma nova estruturaçãoacadêmica que impulsione um trabalho conjunto, não somente através de projetos de pesquisa ou deextensão, mas da propria organização curricular do ensino.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Conceição Santos, E. da. (2012). EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A TRANVERSALIDADE NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES: COMPLEXIDADE E DESAFIOS DO MUNDO CONTEMPORÂNEO. REVISTA GEONORTE, 3(6), 161 - 170. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1932