PAISAGENS: DIVERSOS OLHARES NAS VIAGENS RODOVIÁRIAS/ Landscape: different looks on road trips

DIVERSOS OLHARES NAS VIAGENS RODOVIÁRIAS

  • Thiago Oliveira Neto Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
Palavras-chave: paisagens, viagens, transporte.

Resumo

As viagens de ônibus entre os lugares perpassam pelas mais diversas formações geomorfológicas, algumas naturais, constituídas pelas serras, montanhas, vales, planícies, outras representadas por ambientes urbanos e aqueles transformados pela ação humana. Esses elementos, presentes ao longo das rodovias são observados pelos viajantes que, de dentro do ônibus ou outro veículo, percebem as formas presentes e visíveis. É nesse contexto, que se elabora este artigo, com destaque para o transporte rodoviário de passageiros e as paisagens, como entes presente, que acabam propiciando o deslocamento de pessoas entre rodoviárias e entre lugares, que muitas vezes são escolhidos pelas suas paisagens com o objetivo de satisfazer uma necessidade subjetiva.

Biografia do Autor

Thiago Oliveira Neto, Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
UFAM

Referências

AUGÉ, M. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Campinas: Papirus, 1994.
BERQUE, A. Paisagem-marca, paisagem-matriz: elementos da problemática para uma geografia cultural. In: CORRÊA, Roberto Lobato; ROSENDAHL, Zeny. Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012, pp. 239-243.
BRASIL. Tribunal de Contas da União: Transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros no Brasil / Tribunal de Contas da União. Brasília: TCU, Secretaria de Fiscalização de Desestatização, 2005.
BRUNHES, J. Geografia Humana. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1962.
CLAVAL, P. A geografia Cultural. Trad. Luis F. P., e Margareth de C. A. P. 4º ed. Florianópolis: EDUFSC, 2014, 456 p.
CLAVAL, P. A terra dos homens: a geografia. Trad. Domitila Madureira. São Paulo: Contexto, 2010. 143 f.
CLAVAL, P. A paisagem do geógrafos. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012, pp. 245-276.
CORRÊA, R. L. Uma sistematização da análise de monumentos na geografia. Terr@ Plural, Vol. 1, nº 1, 2007, pp. 9-22.
CORRÊA, R. L. Monumentos, Política e Espaço. Scripta Nova, Vol. 9, nº 183, 2005. Disponível em: Acesso em: 08 de maio de 2017.
COSGROVE, D. A geografia está em toda parte: cultura e simbolismo nas paisagens humanas. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012, pp. 219-237.
DUNCAN, J. A paisagem como sistema de criação de signos. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. Paisagens, textos e identidades. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004, pp. 91-132.
FOUCAULT, M. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Trad. Raquel Ramalhete. 29ª ed. Petrópolis: Vozes, 2004.
GANDY, M. Paisagem, estética e identidade. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. Paisagens, textos e identidades. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2004, pp. 75-90.
GOFF, J. L História e Memória. Trad. Ruy Oliveira. II Volume. Lisboa: Edições 70, 2000. 246 f.
G1. Círio de Nazaré leva 2 milhões em procissão de mais de 5h em Belém. Disponível em: Acesso em: 06 de maio de 2017.
G1. Com feriado, Rodoviária de Campinas espera movimento de 131 mil pessoas. Disponível em: Acesso em: 06 de maio de 2017.
HUERTAS, D. M. O papel dos transportes na expansão recente da fronteira agrícola brasileira. Revista Transporte y Territorio, v. 3, p. 145-171, 2010.
HUERTAS, D. M. Território e circulação: transporte rodoviário de carga no Brasil. Tese de Doutorado em Geografia Humana pela USP, 2013.
HUERTAS, D. M. Nodais do transporte rodoviário de carga na relação Brasil-Mercosul. Revista Transporte y Territorio, v. 1, p. 150-166, 2015.
NOGUEIRA, R. J. B. Amazonas: Um Estado Ribeirinho (Estudo do transporte fluvial de passageiros e cargas). Dissertação de Mestrado em Geografia FFCHL, USP, 1994, 151p.
OLIVEIRA NETO, T.; NOGUEIRA, R.J. B. Transporte rodoviário de passageiros no Brasil. Revista Territorio e Transporte, v 17, 2017, pp. 229-250.
RODOVIARIAONLINE. Feriado da Páscoa aumenta movimento nas rodovias do país. Disponível em: Acesso em: 31 de abril de 2017.
ROSENDAHL, Z. Geografia e religião: uma proposta. Espaço e Cultura, v. 1, nº 1, 1995, pp. 45-74.
R7. Movimento é intenso nas rodoviárias na saída para o Natal (23/12/2016). Disponível em: Acesso em: 05 de maio de 2017.
SÁ, T. Lugares e não lugares em Marc Augé. Tempo Social, revista de sociologia da USP, V. 26, N. 2, 2014, PP. 209-229. Disponível em: Acesso em: 20 de abril de 2017.
SANTOS, M. A natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4º ed. São Paulo: EDUSP, 2006.
SAUER, C. O. A morfologia da paisagem. In CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z Geografia cultural: uma antologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012, pp. 181-217.
SILVEIRA, M. R. Geografia da circulação, transporte e logística: construção epistemológica e perspectivas. In: SILVEIRA, M. R. Circulação, transportes e logística: diferentes perspectivas. São Paulo: Outras Expressões, 2011. pp. 21-68.
SILVEIRA, M. R. Infrastructure and transport logistics in the process of economic and territorial integration. Mercator (Fortaleza. Online), v. 12, p. 41-53, 2013.
SILVA JR, R. F. da. Circulação, epistemologia e a constituição de um ramo da ciência geográfica. Boletim Campineiro de Geografia, v. 2, nº 3, 2012, pp. 389-417.
SILVA, M. M. F. A geografia no plano rodoviário nacional. Revista Brasileira de Geografia, v. 6, n. 1, 1944, pp. 106-123.
TEIXEIRA, E. Cresce o movimento na Rodoviária de Teresina por conta do feriadão (10/10/2015). Disponível em: Acesso em: 05 de maio de 2017.
URURAU. Movimento nas rodoviárias de Campo bastante intenso na véspera de feriado (02/04;2015). Disponível em: Acesso em: 05 de maio de 2017.
VALLAUX, C. La circulación. In: Geografia Social: El suelo y el Estado. Madrid: Daniel Jorro, 1914. pp. 265-308.
ZEDUDU. Círio de Nazaré: venda de passagens de ônibus para a capital ainda é pequena no Terminal Rodoviário de Parauapebas. Disponível em: < http://zedudu.com.br/crio-de-nazar-venda-de-passagens-de-nibus-para-a-capital-ainda-pequena-no-terminal-rodovirio-de-parauapebas/> Acesso em: 05 de maio de 2017.
WELEN, B. Society, Action and Space: An Alternative Human Geography. London: Routledge, 1993. Disponível em: < http://www.univpgri-palembang.ac.id/perpus-fkip/Perpustakaan/Geography/Geografi%20manusia/Benno_Werlen_Society,_Action_and_Space_An_Alternative_Human_Geography__1992.pdf > Acesso em: 27 de maio. de 2017.
Publicado
2018-03-22
Como Citar
Oliveira Neto, T. (2018). PAISAGENS: DIVERSOS OLHARES NAS VIAGENS RODOVIÁRIAS/ Landscape: different looks on road trips: DIVERSOS OLHARES NAS VIAGENS RODOVIÁRIAS. REVISTA GEONORTE, 9(31), 16-31. https://doi.org/10.21170/geonorte.2018.V.9.N.31.16.31