TENDÊNCIA DAS CHUVAS NO BAIXO CURSO DA BACIA DO RIO CLARO, SUDOESTE DE GOIÁS.

Autores

  • Andreia Medeiros de Lima
  • Zilda de Fátima Mariano
  • Lázara Fernanda Moraes de Carvalho

Palavras-chave:

Chuva, tendência, Rio Claro-GO

Resumo

A análise de uma série de dados de chuva permite entender a ocorrência de variáveis climática, como atendência climática que é o aumento ou diminuição do volume de chuvas ao longo de uma série de dados.O estudo tem como objetivo analisar a tendência das chuvas na escala regional no baixo curso do RioClaro-GO. Utilizamos uma série de dados pluviométricos disponibilizados pela ANA de quatro estaçõesno estado de Goiás (Cachoeira Alta, Itarumã, Quirinópolis e Pombal), no período de 1977 a 2010, e comometodologia de análise foi utilizado o cálculo dos mínimos quadrados. As estações analisadas tiverammédia de chuva entre 1406 mm a 1609 mm. Verificou-se que duas estações tiveram tendência deacréscimo no volume das chuvas anuais, Cachoeira Alta com 7% e Pombal com 1%. Para as outras duasestações a tendência foi de decréscimo Itarumã e Quirinópolis ambas com 3%. Analisando a sériehistórica de onze em onze anos, notamos ora a ocorrência de decréscimo ora de acréscimo. Somente aestação de Itarumã manteve uma linha de tendência próxima a de manutenção do volume de chuvas. Jápara a estação de Quirinópolis ocorreu um acréscimo no volume de chuvas de 35% e na estação dePombal 13%, nos últimos 11 anos, mostrando aumento no volume das chuvas.

Biografia do Autor

Andreia Medeiros de Lima

UFAM

Downloads

Publicado

2012-11-12

Como Citar

Medeiros de Lima, A., Fátima Mariano, Z. de, & Moraes de Carvalho, L. F. (2012). TENDÊNCIA DAS CHUVAS NO BAIXO CURSO DA BACIA DO RIO CLARO, SUDOESTE DE GOIÁS. REVISTA GEONORTE, 3(5), 1062 –. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2166

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>