USO E OCUPAÇÃO DA TERRA E LEGISLAÇÃO INCIDENTE NO ENTORNO DA FAZENDA SERRA D´ÁGUA, CAMPINAS, SP, BRASIL - SUBSÍDIO À CRIAÇÃO DE UNIDADE DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL

  • Dimas Antonio da Silva
  • Mônica Pavão
Palavras-chave: uso da terra, floresta urbana, unidade de conservação.

Resumo

A Fazenda Serra d’Água constitui-se em um fragmento florestal em recuperação situado em áreadensamente ocupada, entre os municípios de Campinas e Valinhos, e sofre forte pressão da ocupaçãourbana, o que aumenta a necessidade de transformá-la em área legalmente protegida. Este trabalho temcomo objetivo levantar e mapear o uso da terra e a legislação incidente na no entorno da Fazenda Serrad’Água, de modo a embasar a criação de unidade de conservação no local. Foi realizado com base emlevantamento bibliográfico e cartográfico; interpretação visual de ortofotos digitais da EMPLASA,escala 1: 5.000, ano 2007; e trabalho de campo. No processo de interpretação foi utilizado o SoftwareArcMap 9.3. Concluiu-se que esta área deve ser sua preservada na forma de uma floresta estadual edesta forma, contribuir para melhoria da qualidade ambiental do município de Campinas, além de seconstituir em espaço destinado ao uso sustentável dos recursos florestais, pesquisa científica evisitação pública.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Antonio da Silva, D., & Pavão, M. (2012). USO E OCUPAÇÃO DA TERRA E LEGISLAÇÃO INCIDENTE NO ENTORNO DA FAZENDA SERRA D´ÁGUA, CAMPINAS, SP, BRASIL - SUBSÍDIO À CRIAÇÃO DE UNIDADE DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL. REVISTA GEONORTE, 3(6), 1332 - 1344. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2026