CONSERVAÇÃO E PROTEÇÃO DE NASCENTES POR MEIO DO SOLO CIMENTO EM PEQUENAS PROPRIEDADES AGRÍCOLAS NA BACIA HIDROGRÁFICA RIO DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE CAMPO MOURÃO – PR.

  • Jefferson de Queiroz Crispim
  • Sandra Terezinha Malysz
Palavras-chave: Nascentes, preservação, bacia hidrográfica, solo-cimento.

Resumo

Este artigo está vinculado a um dos temas mais significativos no tocante a ações de manutenção derecursos hídricos em pequenas propriedades rurais, objetivando assim a elevação da qualidade de vidados moradores que podem, a partir desta prática, ter acesso a água de melhor qualidade. Com amecanização agrícola intensiva ocorrida a partir da década de 80, as nascentes de água vem sofrendocom o processo de assoreamento. A vegetação de mata ciliar, que é essencial para a preservação destasnascentes, foi drasticamente reduzida, e até mesmo eliminada em certos locais, provocando odesaparecimento de inúmeras nascentes. Casos de eliminação de nascentes para aproveitamento deáreas para implantação da agricultura eram comuns, deixando famílias e animais, residentes na zonarural, sem o fornecimento de água potável. Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dospequenos agricultores da bacia hidrográfica Rio do Campo no município de Campo Mourão – PR, oprojeto nº 573504/2008-3 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico(CNPq) fomentou a técnica de conservação e proteção de nascentes utilizando solo-cimento. Entre osinúmeros problemas ambientais a degradação das nascentes é uma das grandes preocupações pautadasem todo o mundo, e o Brasil vem vivenciando cada vez mais os desmatamentos próximos aos cursosde água que ocorrem de forma desenfreada extinguindo os mananciais. A finalidade dos trabalhosrealizados na bacia hidrográfica do Rio do Campo é de revitalizar as nascentes de água assoreadas oudegradadas, localizadas nas propriedades de pequenos produtores rurais. O método consiste em limparo entorno da nascente manualmente, colocando pedras rachão, instalando tubulações e vedando comuma mistura feita com solo peneirado, cimento e água. Em seguida, é feito o acompanhamento davegetação ciliar nativa, e quando degradada, é realizado o plantio com espécies nativas num raio de 50metros em torno da nascente, isolando-a para evitar a contaminação por produtos orgânicos ouanimais. Os trabalhos são realizados por bolsistas, acadêmicos e voluntários da Faculdade Estadual deCiências e Letras de Campo Mourão, sem onerar o agricultor beneficiado. Na execução do projeto sãoconvidados agricultores e acadêmicos de outras Instituições de Ensino para aprender a técnica pormeio de cursos, e em seguida é realizado o trabalho de recuperação e proteção das nascentes,ampliando a rede multiplicadora da tecnologia social. Os resultados apontam que o objetivo derevitalizar nascentes de água assoreadas ou degradadas, localizadas em propriedades de pequenosprodutores rurais, pode se desdobrar em um conjunto de elementos positivos para elevação dainfraestrutura necessária à moradia das famílias rurais. No caso específico das comunidades estudadas neste projeto, verificou-se que as mesmas participaram de todo o processo demonstrando interessepara com os cuidados posteriores de manejo da nascente.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Queiroz Crispim, J. de, & Terezinha Malysz, S. (2012). CONSERVAÇÃO E PROTEÇÃO DE NASCENTES POR MEIO DO SOLO CIMENTO EM PEQUENAS PROPRIEDADES AGRÍCOLAS NA BACIA HIDROGRÁFICA RIO DO CAMPO NO MUNICÍPIO DE CAMPO MOURÃO – PR. REVISTA GEONORTE, 3(6), 781 - 790. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1987