A FRONTEIRA TERRESTRE DE UM IMPÉRIO MARÍTIMO

Autores

  • Rafael Regiani

Palavras-chave:

Índia, Fronteira Noroeste, grande jogo.

Resumo

A geopolítica costumeira do Império Britânico era baseada na teoria do poder marítimo, segunda a qual o poder de um estado deriva de seu controle do mar. Nesse esquema de dominação, a importância da Índia residia basicamente em fornecer ótimos pontos de apoio para os navios da marinha britânica em suas longas jornadas até os confins marítimos do império. Contudo a visão revolucionária de Halford Mackinder do sistema-mundo alterou a concepção do equilíbrio de poder no mundo e a percepção de ameaça ao Império Britânico, incluindo o Vice-Reino da Índia. A reação britânica foi demarcar e organizar a fronteira noroeste da Índia. Ao mesmo tempo a tecnologia ferroviária permitia uma mobilidade sem precedentes dos russos pela Ásia. O resultado foi uma espécie de guerra fria conhecida como Grande Jogo, travado em meio a fronteiras indefinidas na região.

Downloads

Publicado

2013-07-10

Como Citar

Regiani, R. (2013). A FRONTEIRA TERRESTRE DE UM IMPÉRIO MARÍTIMO. REVISTA GEONORTE, 4(12), 914–932. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1213

Artigos Semelhantes

<< < 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.