A COMERCIALIZAÇÃO DO GUARANÁ PELOS CAMPONESES NA COMUNIDADE DIVINO ESPÍRITO SANTO DO CASTANHAL - BARREIRINHA,AM/The commercialization of guaraná by the camponeses in the Divine Spirit Santo Community From Castanhal - Barreirinha-AM.

  • Sanae Ferreira Souza Universidade Federal do Amazonas- UFAM
  • Ana Claúdia Narbaes de Carvalho
  • Manuel de Jesus Masulo da Cruz

Resumo

Este trabalho analisa sobre a comercialização e a produção do guaraná pelos camponeses da comunidade Divino Espírito Santo do Castanhal Barreirinha/AM. O objetivo do trabalho surgiu mediante a uma comunidade pouco conhecida, que os camponeses estão desenvolvendo a prática do cultivo, que serve para comercialização, que logo extraem a renda que é essencial para permanecerem produzido. Para o desenvolvimento da pesquisa, foi realizado trabalho de campo no ano de 2015, foi feito entrevistas com os camponeses, perguntas semiestruturadas, câmera fotográficas e caderno de campo como principal elemento da pesquisa. A maioria dos camponeses realizam o cultivo do guaraná distantes de suas residências, outros preferem trabalhar com a mandioca, que se torna a principal base econômica dos camponeses. Na comunidade Divino Espírito Santo do Castanhal a produção do guaraná é comercializado para o consórcio sateré-mawé, que está territorializado na cidade de Parintins.

Publicado
2018-07-06
Como Citar
Souza, S. F., Carvalho, A. C. N. de, & Cruz, M. de J. M. da. (2018). A COMERCIALIZAÇÃO DO GUARANÁ PELOS CAMPONESES NA COMUNIDADE DIVINO ESPÍRITO SANTO DO CASTANHAL - BARREIRINHA,AM/The commercialization of guaraná by the camponeses in the Divine Spirit Santo Community From Castanhal - Barreirinha-AM. REVISTA GEONORTE, 9(31), 137-153. https://doi.org/10.21170/geonorte.2018.V.9.N.31.137.153