Mobilidade urbana no rio: o ir e vir das catraias do bairro do Abial ao centro da cidade de Tefé- Amazonas

  • Nágila dos Santos Situba Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.
  • Paola Verri de Santana
Palavras-chave: Mobilidade, catraias, catraieiros, trabalho.

Resumo

O presente estudo tem como finalidade compreender o cotidiano dos catraieiros que atuam na mobilidade urbana fluvial das catraias, na Bacia Hidrográfica Xidarini, na cidade de Tefé - AM. Neste sentido, a catraia é o principal modal utilizado na travessia de pessoas e veículos na cidade de Tefé, principalmente no ir e vir do centro da cidade ao bairro do Abial e vice-versa. O estudo parte em analisar o cotidiano, a mobilidade das catraias e as relações de trabalho, adotando a pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo como procedimentos metodológicos que conduzirão na compreensão da realidade e do mundo do trabalho. No primeiro momento deste estudo, aborda-se a dinâmica do ir e vir, positividades, negatividades e dificuldades deste modal. Logo após, o cotidiano dos catraieiros é descrito. Por fim, os problemas sindicais e a precarização da atividade são tratados.

 

Biografia do Autor

Nágila dos Santos Situba, Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

Acadêmica do Programa de Pós-graduação em Geografia pela Universidade Federal do Amazonas-UFAM

Paola Verri de Santana
Professora do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Amazonas-UFAM.
Publicado
2017-05-15
Como Citar
Santos Situba, N. dos, & Verri de Santana, P. (2017). Mobilidade urbana no rio: o ir e vir das catraias do bairro do Abial ao centro da cidade de Tefé- Amazonas. REVISTA GEONORTE, 8(28), 145 - 160. https://doi.org/10.21170/geonorte.2017.V.8.N.28.145-160