CAPACIDADE DE SUPORTE COMO INSTRUMENTO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: CASO DA REGIÃO CENTRAL DE MUANZA, PROVÍNCIA DE SOFALA – MOÇAMBIQUE/ÁFRICA

  • Júlio Acácio António Pacheco UFC
  • Francisco Davy Braz Rabelo UFC
  • Lucio Correia Miranda UFC
  • Edson Vicente da Silva UFC
Palavras-chave: sustentabilidade, recurso natural, ecodinâmica.

Resumo

Esta pesquisa focaliza a capacidade de suporte como instrumento para análise da sustentabilidade
ambiental, especificando o caso da região central de Muanza, província de Sofala –
Moçambique/África, objetiva fazer uma analise das condições ambientais da região com base nas
seguintes variáveis: atividades humanas, capacidade de suporte dos geossistemas e sustentabilidade
dos recursos naturais nas comunidades investigadas. O estudo estabelece conexões entre a
fundamentação teórica e os dados coletados, visando compreender as causas e conseqüências da
exploração dos recursos, buscando compreender e caracterizar as rotinas cotidianas das comunidades,
hábitos, usos e costumes. Foi possível identificar três distintos compartimentos de relevo regional:
planície litorânea, planalto médio central de Cherigoma e depressão relativa do sistema flúvio lacustre
de Urema, caracterizados segundo sua alta vulnerabilidade, vulnerabilidade moderada com tendência
para baixa ou vulnerabilidade moderada com tendência para alta e ainda baixa vulnerabilidade. A
fabricação do carvão vegetal, a agricultura itinerante acompanhada da técnica de queimada, a
exploração florestal para fins madeireiros e, sobretudo a falta de implementação de políticas sociais
viabilizadoras da subsistência das comunidades locais foram mapeados como aspectos determinantes
para o desequilíbrio da exploração sustentável dos recursos naturais.

Publicado
2017-05-02
Como Citar
António Pacheco, J. A., Braz Rabelo, F. D., Correia Miranda, L., & Vicente da Silva, E. (2017). CAPACIDADE DE SUPORTE COMO INSTRUMENTO PARA A SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL: CASO DA REGIÃO CENTRAL DE MUANZA, PROVÍNCIA DE SOFALA – MOÇAMBIQUE/ÁFRICA. REVISTA GEONORTE, 3(6), 679 - 691. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/3492