ESTUDO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL, A PARTIR DA ANÁLISE ECODINÂMICA DA PAISAGEM.

  • Saulo de Oliveira Folharini
  • Regina Célia de Oliveira
Palavras-chave: Unidades Ecodinâmicas da Paisagem, Planejamento Ambiental, Impactos ambientais, São José do Rio Pardo.

Resumo

Este trabalho teve como objetivo propor um estudo de paisagem da totalidade do Município de SãoJosé do Rio Pardo, localizado no interior do estado de São Paulo, Brasil, sob a perspectiva da AnáliseEcodinâmica da Paisagem. Dentre as questões motivadoras deste trabalho, tem-se a carência deestudos dessa natureza para a área de pesquisa que possam vir a contribuir para planos de gestão.Adotou-se a metodologia de Tricart (1977) que propõe a diferenciação das Unidades Ecodinâmicas daPaisagem de acordo com o balanço pedogênese/morfogênese. Para tanto, foram organizadas as cartasde Geomorfologia, Geologia, Pedologia e elaboradas as cartas de Hierarquia de Drenagem,Hipsométrica, Uso e Ocupação das Terras e Unidades Ecodinâmicas da Paisagem como documentaçãosíntese. A metodologia adotada propõe, a partir de uma sequência de atividades, a delimitação deunidades ambientais que apresentem comportamentos semelhantes quanto ao funcionamento dosprocessos naturais, tendo sido consideradas para este trabalho as seguintes unidades: Morros comSerras Restritas, Planícies Aluviais, Colinas Amplas, Colinas Dissecadas; a estas unidades foramsobrepostas as classes de uso da terra sendo então definido o Estado Geodinâmico da Paisagem.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Oliveira Folharini, S. de, & Célia de Oliveira, R. (2012). ESTUDO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL, A PARTIR DA ANÁLISE ECODINÂMICA DA PAISAGEM. REVISTA GEONORTE, 3(6), 946 - 958. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2000