ANÁLISE DAS UNIDADES DE RELEVO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO PUITÃ (RS)

  • Débora da Silva Baratto
  • Romario Trentin
Palavras-chave: Bacia Hidrográfica, Unidades de Relevo, Oeste do Rio Grande do Sul

Resumo

Sabe-se que o sistema natural é composto de vários elementos que desencadeiam os processosmodificadores do relevo. Estes elementos desenvolvem a sua esculturação e modelagem, alterando-oconstantemente, num processo de retroalimentação. Neste sentido, o presente trabalho buscouestabelecer a compartimentação da Bacia Hidrográfica do Arroio Puitã em unidades homogêneas derelevo, através do levantamento das características da rede de drenagem e do relevo. O Mapa deUnidades de Relevo da Bacia Hidrográfica do Arroio Puitã foi elaborado a partir da interpretação ecruzamento destas informações. Devido a grande diversidade do relevo e de certas peculiaridadesquanto à rede de drenagem, a bacia hidrográfica apresentou uma importante diferenciação de áreashomogêneas. Com o uso das técnicas de quantificação das informações e da síntese cartográfica, foipossível definir cinco unidades homogêneas de relevo. A definição destas unidades de relevoapresentam características importantes, na medida em que acabam definindo através de suasindividualidades certas aptidões às diversas formas de uso. A síntese cartográfica representada pelasUnidades de Relevo é um elemento base para o desenvolvimento de trabalhos geoambientais. Alémdisso, para se estabelecer propostas de gestão é necessário obter-se informações sobre o relevo e comisso compreender os processos de dinâmica superficial.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Baratto, D. da S., & Trentin, R. (2012). ANÁLISE DAS UNIDADES DE RELEVO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO ARROIO PUITÃ (RS). REVISTA GEONORTE, 3(6), 543 - 555. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1968