DIAGNÓSTICO PRELIMINAR DOS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DA URBANIZAÇÃO SOB OS RECURSOS HÍDRICOS: O CASO DO ARROIO CADENA, SANTA MARIA, RS

  • Greice Kelly Perske da Silva
  • Tiago Rossi de Moraes
  • Adriano Severo Figueiró
Palavras-chave: Recursos Hídricos, crescimento urbano, Educação Ambiental.

Resumo

O modo de vida urbano tem trazido inúmeros impactos negativos, pois todos os dias se vêem pelos meios de comunicação, tragédias que conferem visibilidade à crise ambiental, especialmente ligadas aos recursos hídricos. Diante disso, este diagnóstico preliminar buscou discutir a problemática derivada do conflito entre a conservação do Arroio Cadena e o crescimento urbano de Santa Maria, RS. Assim, procurou-se, através de uma recorrida de campo por nove bairros da cidade, evidenciar os principais problemas encontrados no Cadena, bem como investigar as obras de revitalização urbana às quais o Arroio foi submetido. Ao longo do trabalho se observou o descaso da comunidade santamariense para com o Cadena, pois, em todos os bairros há uma inadequada disposição de lixo em suas margens e de esgoto a céu aberto diretamente em seu leito. Além disso, as obras de revitalização urbana, ainda inacabadas em alguns pontos, desconsideram totalmente os serviços ambientais que o Arroio pode oferecer. Cabe ressaltar que este trabalho é apenas um diagnóstico preliminar de um projeto mais amplo que busca compreender a relação sociedade/natureza no processo histórico de constituição urbana da cidade de Santa Maria, com particular enfoque na apropriação/transformação dos recursos hídricos.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Perske da Silva, G. K., Rossi de Moraes, T., & Severo Figueiró, A. (2012). DIAGNÓSTICO PRELIMINAR DOS IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS DA URBANIZAÇÃO SOB OS RECURSOS HÍDRICOS: O CASO DO ARROIO CADENA, SANTA MARIA, RS. REVISTA GEONORTE, 3(6), 94 - 105. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1947