VULNERABILIDADE SOCIAL DE NATAL, RN, BRASIL: OPERACIONALIZAÇÃO E MENSURAÇÃO DO FENÔMENO NO MUNICÍPIO

Autores

  • Yuri Marques Macedo
  • Leônidas Petrúcio Dutra Pedrosa
  • Lutiane Queiroz de Almeida

Palavras-chave:

Vulnerabilidade social, Áreas de risco, Natal|RN.

Resumo

Margens de rios, lagos, lagoas, vertentes íngremes e topos de morro, campos de dunas entre outros, são alguns dos ambientes que apresentam intensa dinâmica natural. Em geral, esses espaços são sinônimos de ambientes degradados, desvalorizados e negados pela sociedade e se tornaram a alternativa de acesso à moradia para uma parcela de pobres que não tem como adquirir um espaço seguro na cidade. A junção perversa de pobreza, habitação improvisada e precária, pouca ou nenhuma infraestrutura, com a ocupação de espaços susceptíveis aos perigos naturais, criou territórios de riscos e vulnerabilidades, que recorrentemente coincidem com os ambientes citados anteriormente. Essas condições são observadas em Natal que passou por intenso processo de urbanização e metropolização, notadamente a partir da década de 1970, desencadeando a ocupação de espaços expostos aos perigos naturais inerentes à composição ambiental de seu sítio urbano. O sítio urbano de Natal é formado por ambientes do tipo dos tabuleiros da formação barreiras, circundados por campos de dunas fixas e móveis, pelas planícies litorâneas, fluviais e fluviomarinhas. Todos esses ambientes detêm intensas limitações à ocupação urbana, principalmente quando da ausência de infraestrutura de saneamento e drenagem urbana. Entretanto, é justamente nesses ambientes em que há coincidência entre dinâmica natural e a quase ausência de infraestrutura e políticas públicas, que se instala uma parcela considerável de habitantes com pouco ou nenhum poder de compra para a aquisição de habitações localizadas em espaços salubres. Desse modo, definiu-se como principal objetivo deste trabalho analisar os riscos e as vulnerabilidades socioambientais do município de Natal, RN, como área de estudo de caso para compreensão das inter-relações das vulnerabilidades sociais e exposição aos riscos naturais. A metodologia utilizada empregou técnicas estatísticas, sobreposição cartográfica, trabalhos de campo, para produzir um índice de vulnerabilidade social da área estudada.

Downloads

Publicado

2012-12-05

Como Citar

Marques Macedo, Y., Dutra Pedrosa, L. P., & Queiroz de Almeida, L. (2012). VULNERABILIDADE SOCIAL DE NATAL, RN, BRASIL: OPERACIONALIZAÇÃO E MENSURAÇÃO DO FENÔMENO NO MUNICÍPIO. REVISTA GEONORTE, 3(4), 1020–1030. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1894