OCUPAÇÕES DE ENCOSTAS E IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS URBANOS NAS VILAS BANDEIRANTES I, II E III, LOCALIZADAS NOS BAIRROS PORTO DO CENTRO, SATÉLITE E SAM API, EM TERESINA (PI)

  • T.M. Sousa
  • L.A. Santos
  • I.M.M.F. Lima
  • C.H.R.R. Augustin
Palavras-chave: Ocupação de encostas, Impactos urbanos, Depósitos tecnogênicos

Resumo

Nas últimas décadas o homem passou a ser um dos principais agentes modeladores do relevo urbano. Como agente produtor ou intensificador da paisagem ele a transforma e interfere nos processos naturais de esculturação do relevo. O objetivo é analisar impactos ambientais decorrentes das ocupações de encostas das Vilas Bandeirantes I, II e III em Teresina, Piauí. Resultados demonstram que esta ocupação levou à formação de sulcos e voçorocas e na presença de diferentes tipos de depósitos tecnógenos.
Publicado
2014-12-17
Como Citar
Sousa, T., Santos, L., Lima, I., & Augustin, C. (2014). OCUPAÇÕES DE ENCOSTAS E IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS URBANOS NAS VILAS BANDEIRANTES I, II E III, LOCALIZADAS NOS BAIRROS PORTO DO CENTRO, SATÉLITE E SAM API, EM TERESINA (PI). REVISTA GEONORTE, 5(14), 204 - 209. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1303