UTILIZAÇÃO DO FATOR TOPOGRÁFICO DA RUSLE PARA ANÁLISE DA SUSCEPTIBILIDADE A EROSÃO DO SOLO EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA COM PECUÁRIA INTENSIVA DO SUL DO BRASIL

  • Viviane Capoane
Palavras-chave: Uso da Terra, Análise do Terreno, Geoprocessamento.

Resumo

A topografia desempenha papel importante na predição do escoamento superficial, erosão e sedimentação em bacias hidrográficas. Neste trabalho foi determinado o fator topográfico (LS) da RUSLE para a bacia hidrográfica do Arroio Caldeirão com o intuito de espacializar as áreas susceptíveis a perda de solo e gerar informações básicas para orientar e auxiliar o planejamento do uso da terra. A espacialização do LS permitiu a fácil visualização das áreas mais suscetíveis ao desenvolvimento de processos erosivos, os maiores valores ocorrerram nas encostas e em alguns trechos próximos aos canais de drenagem. As áreas menos sensíveis a erosão são encontradas em áreas de relevo plano a suave nos vales e topos de morros. Os valores de LS variaram de 0 a 45,1 com média de 6,19 e desvio padrão de 5,06. O cruzamento do mapa de uso da terra com o do fator topográfico mostrou que 19,9% do total da área da bacia hidrográfica e 39,5% das áreas com lavouras, campo antrópico e pastagem perene, apresentaram grande risco de ocorrência de processos erosivos. A possibilidade de transferência de sedimento e poluentes adsorvidos para os cursos d’água é elevada, devido ao trafego de animais e o uso frequente do efluente suíno como fertilizante orgânico nas lavouras.

Biografia do Autor

Viviane Capoane
UFAM
Publicado
2013-12-01
Como Citar
Capoane, V. (2013). UTILIZAÇÃO DO FATOR TOPOGRÁFICO DA RUSLE PARA ANÁLISE DA SUSCEPTIBILIDADE A EROSÃO DO SOLO EM UMA BACIA HIDROGRÁFICA COM PECUÁRIA INTENSIVA DO SUL DO BRASIL. REVISTA GEONORTE, 4(11), 85 - 101. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1137
Seção
Artigos