Análise Numérica do Transporte de Poluentes Emitidos por Incêndios na Amazônia

  • Andrea M. Ramos
  • Fábio C. Conde
  • Maria G. R. Oliveira
Palavras-chave: Condições sinóticas, Amazônia Legal, qualidade do ar.

Resumo

Este trabalho teve como objetivo apresentar uma análise do transporte atmosférico de gases e partículas inertes emitidos por incêndios que ocorreram durante o período de outubro de 2009, incluindo com a situação sinótica atuante na exportação destes poluentes. Para simulação numérica do transporte do monóxido de carbono (CO) e do material particulado (PM2.5) emitido foi utilizado o modelo CATT-BRAMS (Coupled Aerosol and Tracers Transport model to the Brazilian Regional Atmospheric Modeling System). O modelo foi inicializado e ajustado com as análises do modelo global AVN/NCEP (Aviation run of the National Center for Environmental Prediction Global Spectral Model), configurado com 3 grades com resolução horizontal de 120, 30 e 10 km, centradas em 01º26’S; 48º26’W sendo que a terceira grade, de maior resolução, cobre o estado do Pará, no qual foi analisado a concentração e transporte dos poluentes, uma vez que, o Pará e Mato Grosso contribuíram com cerca de 70% do desmatamento em toda a Amazônia Legal em 2008/2009. Os resultados indicaram que a simulação apresentou uma boa performance em caracterizar as condições atmosféricas, tendo como padrão de exportação predominante para o interior do continente brasileiro, atingindo Amazonas e Mato Grosso
Publicado
2016-06-17
Como Citar
Ramos, A. M., Conde, F. C., & Oliveira, M. G. R. (2016). Análise Numérica do Transporte de Poluentes Emitidos por Incêndios na Amazônia. REVISTA GEONORTE, 6(25), 24 - 42. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/10.21170.2015.6.25.2
Seção
Artigos