RELATO DE EXPERIÊNCIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE ENSINO IV: BIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO NOTURNO EM UMA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL NO MUNICÍPIO DE COARI, AMAZONAS

Autores

  • Cristiana Nunes Rodrigues Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)

Palavras-chave:

Importância, Formação inicial, Aprendizado

Resumo

Introdução: O exercício do Estágio Supervisionado de Ensino IV, é de fundamental importância para formação do futuro docente, sendo compreendido como um método de conhecimento prático, que aproxima o acadêmico da realidade de sua área de formação, desse modo, o estágio supervisionado vem com um papel valioso para a vida dos licenciandos, pois possibilita uma visão diferente do que estão acostumados, uma visão de como enfrentar os desafios encontrados e obter sucessos. Além disso, o aprendizado é muito mais eficiente quando é obtido através da experiência fazendo uma relação entre teoria e prática. Objetivo: Apresentar a importância do Estágio Supervisionado de Ensino IV, na formação dos discentes do curso de Licenciatura em Ciências Biologia e Química da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), na disciplina de Biologia aplicada ao ensino médio, em uma escola pública estadual na cidade de Coari, Amazonas, Brasil. Método: Este foi desenvolvido em 35 horas de atividades escolares sendo a primeira etapa de observação com 5 horas em cada turma de 1º, 2º e 3º anos; a segunda etapa consistiu em reger nas referidas turmas sendo 6 horas de regência nas turmas do 1º e 2º ano e 8 horas de regência no 3º ano, ao final foram aplicados questionários avaliativos. Resultado: Por meio das observações, foi possível constatar que a faixa etária dos alunos estava compreendida entre 17 e 30 anos de idade, essa característica é um fato muito comum do período noturno o fator econômico reflete nitidamente entre os estudantes, Em uma análise específica em relação às turmas do ensino médio, observou-se que os alunos do 1º ano foram os que apresentaram maior dificuldade em relação a aprendizagem, no decorrer das regências, buscou-se integrar cada assunto em um nível de contextualização palpável, ou seja, da própria realidade do indivíduo, do ambiente em que ele vive ou de algo que ele conhece. Conclusão: As experiências foram de grande relevância para a formação dos licenciandos, que puderam colocar em prática o que lhes foram ensinados no âmbito da universidade. Nesse contexto, fica evidente a necessidade que os acadêmicos têm de cumprir estas etapas para benefício de sua própria profissão, pois a experimentação garante oportunidades de aprender, de errar e concertar, de inovar, renovar, estimular e ser estimulado, enfim de ser, agir diferente.

Downloads

Publicado

2020-10-26

Como Citar

RODRIGUES, C. N.; YAMAGUCHI, K. K. de L. RELATO DE EXPERIÊNCIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE ENSINO IV: BIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO NOTURNO EM UMA ESCOLA PÚBLICA ESTADUAL NO MUNICÍPIO DE COARI, AMAZONAS. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 2, n. esp., p. 43, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/6589. Acesso em: 18 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>