COMPOSTAGEM: UMA PRÁTICA SUSTENTÁVEL PARA A PRODUÇÃO DE HORTA EM CANTEIROS DE PNEUS

Autores

  • Geziane Gomes Rodrigues Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento – Coari/AM
  • Gerlane Martins Silva Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento – Coari/AM
  • Antonio Abeu Rocha Lima Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento – Coari/AM
  • Natasha Verdasca Meliciano Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)

Palavras-chave:

Compostagem, Horta, Reciclagem

Resumo

Introdução: o presente trabalho trata de uma atividade de compostagem e o desenvolvimento de uma horta, estruturada em pneus descartáveis, sendo esta, uma proposta prática de sustentabilidade que procura reaproveitar, além da matéria orgânica, os resíduos descartados com longo tempo para decomposição. A reciclagem de pneus exerce um impacto ambiental muito positivo, visto que, o descarte inadequado causa a contaminação do solo, que, quando exposto ao sol e a chuva, se desfazem tanto em líquido e gases, contaminando ecossistemas inteiros e a atmosfera. A compostagem é um processo biológico em que microrganismos (fungos e bactérias) e insetos decompõem a matéria orgânica numa substância homogênea que permite, não só reduzir a quantidade de resíduos e rejeitos descartados no ambiente, mas também produzir uma substância de ação fertilizante, podendo ser utilizado como adubo para o solo das plantações de verduras e legumes para o consumo próprio ou no comércio. Dessa forma, o cultivo de uma horta com o composto, utilizando pneus, pode ser utilizada como ferramenta de produção, sustentável e didática, com diferentes finalidade e objetivos, além de proporcionar uma grande variedade de alimentos a baixo custo, permitindo que toda a comunidade tenha acesso a essa variedade de alimentos por doação ou compra e também se envolva nos programas de alimentação e saúde desenvolvidos na escola. Objetivo: com isso, objetivamos reaproveitar a matéria orgânica e promover uma horta sustentável em pneus reciclados, por meio da compostagem, em uma Escola Estadual do Amazonas na cidade de Coari, visando incentivar os alunos na formação e a adoção dos hábitos saudáveis e sustentáveis, assumindo um papel importante no resgate de uma alimentação saudável e na educação ambiental, ao mesmo que propícia, um excelente desenvolvimento físico e mental. Método: para o desenvolvimento dessa proposta, foram desenvolvidos uma pesquisa de campo qualitativa e uma pesquisa-ação, aplicados num grupo amostral constituído por alunos do Ensino de Jovens e Adultos (EJA), turma do 1º ano “1” do turno da noite na Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento, no período do mês de outubro de 2019. Resultado: para o processo de compostagem, utilizou-se terra e matérias orgânicas oriundas dos restos de comidas e cascas de frutas e legumes que foram trazidos pelos discentes. Em seguida empregou-se baldes de margarina reutilizados como composteiras e pneus como canteiros para plantação das hortaliças (couve, tomates, alfaces, chicória e outras). Conclusão: concluiu-se que a compostagem se mostrou uma proposta viável de desenvolvimento sustentável, tendo originado um composto com boas características para a prática de ensino e para a produção de hortas pelos próprios alunos dentro do âmbito escolar.

Downloads

Publicado

2020-10-26

Como Citar

RODRIGUES, G. G.; SILVA, G. M.; LIMA, A. A. R.; MELICIANO, N. V. COMPOSTAGEM: UMA PRÁTICA SUSTENTÁVEL PARA A PRODUÇÃO DE HORTA EM CANTEIROS DE PNEUS. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 2, n. esp., p. 11, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/6583. Acesso em: 23 abr. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>