A UTILIZAÇÃO DO CAROÇO DO AÇAÍ COMO FONTE ORGÂNICA DE ENERGIA

Autores

  • Luêndrya Lima Silva Escola Estadual de Tempo Integral Professor Manuel Vicente Ferreira Lima Coari/AM
  • Emily Maria dos Santos Nascimento 1Escola Estadual de Tempo Integral Professor Manuel Vicente Ferreira Lima Coari/AM
  • Maria Antônia de Oilveira Lira Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento – Coari/AM
  • Yakamury Rebouças Lira Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento – Coari/AM
  • Natasha Verdasca Meliciano Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)

Palavras-chave:

Energia Orgânica, Aproveitamento biossustentável, Caroço do açaí

Resumo

Introdução: a agroindústria do açaí produz elevada quantidade de resíduos, tanto na exploração dos frutos quanto na do seu palmito, causando problemas ambientais com a destinação dos mesmos. Dessa forma, a disponibilidade de resíduos para a produção de composto orgânico é elevada, podendo alcançar cerca de 320 mil t/ano, considerando-se que os caroços correspondem a 73% dos frutos na extração da polpa do açaí e as capas dos palmitos à 80%. O aproveitamento de resíduos sólidos e orgânicos resultam em produtos com demanda comercial, que não contaminam o meio ambiente e são vantajosos, uma vez solucionam parte do problema de gerenciamento de resíduos, em níveis econômico, social e, sobretudo, sanitário. Objetivo: o presente trabalho teve o intuito de avaliar os conhecimentos sobre a utilização do caroço do açaí como fonte orgânica de energia. Método: foi feito um estudo sobre a quantidade, destinação e a viabilidade da utilização do caroço de açaí, proveniente dos pontos de processamento e comércio do fruto em bairros na cidade de Coari-AM (Tauá-Mirim, Duque de Caxias, Vila Lourenço, Chagas Aguiar e Centro na cidade), como combustível para a geração de energia orgânica nas olarias. Primeiramente foi realizado um levantamento bibliográfico de informações para embasamento teórico e o desenvolvimento de uma pesquisa de campo, tendo como base entrevistas e a aplicação de questionários com objetivo de rastrear o conhecimento sobre o tema e o destino dos resíduos gerados pela cadeia produtiva do açaí, tendo os seguintes grupos alvos: coletores de açaí,  pequenos empreendimentos de açaí e uma olaria da cidade, ao mesmo tempo que buscou-se ressaltar a importância do gerenciamento dos resíduos e o descarte originados da exploração do açai, propondo o reaproveitamento energético orgânico do fruto, como combustível biosustentável na produção de tijolos e telhas nas indústrias de cerâmicas, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e consequentemente para a economia regional. Resultado: verificou-se que os produtores de açaí recebem apoio de cooperativas e de associações municipais sobre a conscientização da problemática relacionada. Contudo, notou-se que há pouca preocupação e atitudes efetivas sobre a utilização e o reaproveitamento de matérias ou substâncias orgânicas, com suas propriedades e possíveis transformações no meio biosustentáveis. Conclusão: evidentemente, a não coleta desse resíduo faz com que este seja destinado aos terrenos baldios e aterros sanitários, poluindo o meio ambiente. O reaproveitamento do caroço contribui para o desenvolvimento sustentável e consequentemente para a economia regional, entretanto, o poder público ou a cadeia produtiva relacionada em Coari/AM não possuem qualquer tipo de planejamento que visem a destinação adequada dos resíduos.

Downloads

Publicado

2020-10-26

Como Citar

SILVA, L. L.; NASCIMENTO, E. M. dos S.; LIRA, M. A. de O.; LIRA, Y. R.; MELICIANO, N. V. A UTILIZAÇÃO DO CAROÇO DO AÇAÍ COMO FONTE ORGÂNICA DE ENERGIA. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 2, n. esp., p. 4, 2020. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/6576. Acesso em: 3 mar. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)