RELATO DE EXPERIÊNCIA: DIFICULDADES ENCONTRADAS NO ENSINO DE QUÍMICA EM UMA ESCOLA DE NÍVEL MÉDIO NO MUNICIPIO DE COARI-AM

Autores

  • Gerlane Martins Silva Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Aldimara Faba Martins Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Rubenita Minguim Silva Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)

Palavras-chave:

Dificuldades, Ensino de química, Estágio supervisionado

Resumo

Introdução: O estágio é o primeiro passo durante o processo de formação do aluno de licenciatura e consequentemente permite a aquisição de novas experiências para a vida profissional. Proporciona também uma transição entre teoria e prática e no desenvolvimento de habilidades e competências profissionais. A química é uma ciência de difícil compreensão, pois, contém conteúdos que necessitam de uma maior atenção para serem assimilados pelos alunos. O ensino de química é um desafio aos professores, pois, muitos dos conteúdos de química são difíceis de serem transmitidos em sala de aula, principalmente quando não são contextualizados de forma com que o aluno consiga relacionar com sua vida cotidiana, gerando desinteresse por essa ciência. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo relatar as principais dificuldades encontradas pelo professor para ministrar os conteúdos de química em sala de aula aos alunos do Ensino Médio, tais como: falta de recursos didáticos, de laboratórios de ensino, de espaços que atendam a demanda de alunos, de interesse por parte dos alunos pela disciplina de Química e entre outros. Método: O Estágio Supervisionado foi realizado na Escola Estadual Maria Almeida do Nascimento no Município de Coari, Amazonas, Brasil. O estágio ocorreu no período de Agosto a Outubro de 2019, obedecendo a uma carga horária de 35 horas, divididas em observações (15h) e regências (20h), aos alunos de 1º, 2º e 3º ano do Ensino Médio, onde foi possível observar as principais dificuldades encontradas tantos pelos professores para ministrar os conteúdos de química quanto pelos alunos em compreender e relacionar esses conteúdos dessa disciplina. Resultado: A falta de laboratório de química é um dos problemas mais frequentes nas escolas da rede pública e acaba refletindo sobre a prática docente e a aprendizagem dos alunos, pois muito dos conteúdos que poderiam ser trabalhados tanto de forma teórica quanto na prática são abordados pelo método tradicional de ensino, não proporcionando uma aprendizagem significativa. Apesar das dificuldades encontradas em sala de aula para ministrar os conteúdos de química, o professor nunca pode deixar-se levar por esses empecilhos que são frequentes em sua vida diária. Sabe-se que atualmente o docente dispõe de várias ferramentas de fácil acesso e baixo custo que suprem várias dificuldades em sala de aula e auxiliam no processo de ensino-aprendizagem de seus alunos. Esse relato visou contribuir com as experiências vivenciadas durante o período de Estágio Supervisionado de Ensino dos cursos de licenciatura e em pesquisas no ensino. Conclusão: O estágio Supervisionado de Ensino proporcionou novas experiências que são vivenciadas no ambiente escolar e possibilitou a aquisição de novos conhecimentos, e na capacitação dos acadêmicos como profissional da educação.

Downloads

Publicado

2020-10-26

Como Citar

SILVA, G. M.; MARTINS, A. F.; SILVA, R. M.; YAMAGUCHI, K. K. de L. RELATO DE EXPERIÊNCIA: DIFICULDADES ENCONTRADAS NO ENSINO DE QUÍMICA EM UMA ESCOLA DE NÍVEL MÉDIO NO MUNICIPIO DE COARI-AM. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 2, n. esp., p. 41, 2020. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/6542. Acesso em: 2 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 > >>