EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA DOCENTE: ENSINO APRENDIZAGEM DE QUÍMICA NO MUNICÍPIO DE COARI

Autores

  • Jheymeson Santos Mota Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)

Palavras-chave:

Química, Mediador do conhecimento, Parceria, Potencialidades

Resumo

Introdução: O Estágio Supervisionado de Ensino é compreendido como um processo de experiências práticas, que auxiliam o discente no ambiente escolar, ajudando a compreender diversas teorias que estimulam o exercício de sua profissão como um futuro mediador do conhecimento. E, neste contexto, busca o aperfeiçoamento de novos conceitos para o processo de ensino e aprendizagem da comunidade. Assim, o estágio é de fundamental importância e essencial, pois objetiva a efetivação do ensino aprendizagem como um processo pedagógico na construção de conhecimentos, desenvolvendo competência e habilidade através da supervisão de professores atuantes, sendo a relação direta da teoria com a prática cotidiana, vendo como um grande desafio unir teoria e prática. Objetivo: Esse trabalho visa apresentar as experiências vivenciadas durante o Estágio Supervisionado na área de Química. Método: Este trabalho baseia-se em experiências vivenciadas no decorrer do Estágio Supervisionado de Ensino III, na modalidade de química nas turmas de Ensino Médio da escola estadual Instituto Bereano do município de Coari, Amazonas que atende a comunidade urbana e ribeirinha do município nos turnos da manhã, tarde e noite. A metodologia utilizada foi a qualitativa entre regências e observações, no período de 03/09 a 27/09/2019, com carga horaria de observação e regência totalizando 45 horas de atividade. Resultado: Durante o processo de estágio, partindo das observações, é notório que a escola mencionada possui todo um aparato no corpo docente na dedicação no quesito de educação e formação dos seus alunos. Entretanto, é viável mencionar que a escola apresentava dificuldades em relação ao interesse e comportamento de minorias por partes dos estudantes acarretando uma deficiência no processo de ensino aprendizagem de química em cada turma, uma vez que a escola possui turno noturno que acolhe trabalhadores, empregados, funcionários públicos e dona de casa que possui uma árdua labuta diária, dessa forma, estudar a noite se torna bem mais difícil. Conclusão: No período do estágio pôde-se vivenciar a profissão docente, contribuindo na construção de novas ideias críticas e reflexivas, tornando assim uma potência construtiva para o ensino educacional do município de Coari.

Downloads

Publicado

2020-10-26

Como Citar

MOTA, J. S.; YAMAGUCHI, K. K. de L. EXPERIÊNCIA NA PRÁTICA DOCENTE: ENSINO APRENDIZAGEM DE QUÍMICA NO MUNICÍPIO DE COARI. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 2, n. esp., p. 18, 2020. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/6577. Acesso em: 2 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>