ATUAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO PERIODO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE ENSINO EM QUÍMICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICIPIO DE COARI-AM

Autores

  • Célio dos Santos Almeida Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Dartaguinan da Silva Góes Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)
  • Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi Universidade Federal do Amazonas - Instituto de Saúde e Biotecnologia (UFAM/ISB)

Palavras-chave:

Estágio supervisionado, Regência, Coari-AM

Resumo

Introdução: O Estágio Supervisionado de Ensino III é um processo fundamental para a formação acadêmica do licenciando porque é através deste que o acadêmico tem a oportunidade de exercitar os conhecimentos teóricos e práticos obtidos no curso de licenciatura, permitindo atuar na prática a futura profissão. A química é uma ciência que se atenta em entender e analisar o mundo no seu sentido material, como tudo se forma e se transforma, além dos fatores que estão envolvidos nestas transformações. Estudando a química, é possível fornecer explicações de fatos e fenômenos e construir tecnologia em prol da sociedade.  Objetivo: Este trabalho teve como objetivo relatar as experiências vivenciadas durante o Estágio Supervisionado de Ensino III, na disciplina de química do Ensino Médio. Método: O estágio foi realizado na Escola Estadual Prefeito Alexandre Montoril, com uma carga horaria total de 35 horas, sendo desenvolvido em duas etapas: 15 h de observação e 20 h de regência, realizadas nas turmas de 1°, 2° e 3° Ano do Ensino Médio.  Na primeira etapa, fez-se as observações do tipo não participante em sala de aula nas turmas de 1°, 2° e 3° ano. Nesta fase, foram observados o comportamento dos alunos, o ensino-aprendizagem, a metodologia utilizada, a relação professor-aluno e a estrutura da escola. Na segunda etapa, foram realizadas as regências nas mesmas turmas, sendo 6 horas de aula para o 1° e 2° ano e 8 horas para o 3° ano. As aulas teóricas foram ministradas de forma explicativa pelo método tradicional com uso do quadro branco, pinceis, livro didático e exercícios, provas e seminários como método de avaliação, além de aulas práticas no laboratório de ciências e em sala de aula. A abordagem utilizada apresentou caráter qualitativo descritivo. Resultado: durante as observações, verificou-se que a maioria dos alunos apresentava um comportamento inadequado durante as aulas, desinteresse pelas atividades realizadas e dificuldades acentuadas na interpretação de texto, cálculos e assimilação de conteúdo. Ainda, observou-se que aulas eram somente teóricas e com o uso do livro didático, a relação professor-aluno era muito boa e a escola apresentava uma boa infraestrutura. Na regência, os mesmos problemas ainda continuavam. Foi realizado aulas práticas que refletiam a dificuldade em assimilar os conteúdos devido a interpretação de texto e cálculos. No entanto, com a atuação dos estagiários, foi possível melhorar a prática docente no que tange ao planejamento de aula, na transmissão do conteúdo e observou-se que a metodologia aplicada se tornou adequada para o ensino/aprendizado dos alunos, possibilitando obter uma maior proximidade com o ambiente escolar. Conclusão: O estágio foi fundamental para a formação acadêmica e contribuiu para o enriquecimento da aprendizagem da prática docente ao unir teoria e prática, consolidando os conhecimentos adquiridos durante o curso e reconhecendo os desafios a serem enfrentados no futuro campo de atuação.

Downloads

Publicado

2020-10-26

Como Citar

ALMEIDA, C. dos S.; GÓES, D. da S.; YAMAGUCHI, K. K. de L. ATUAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NO PERIODO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE ENSINO EM QUÍMICA EM UMA ESCOLA PÚBLICA NO MUNICIPIO DE COARI-AM. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 2, n. esp., p. 9, 2020. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/6541. Acesso em: 9 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>