Chá de quebra pedra e extração da tinta do jenipapo para o ensino de química

Autores

  • Ana Adrielly Arruda Anthony Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Anderson Felipe Amazonas Rodrigues Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Jarson Patrício Silva Santos Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Esdras Souza Sodré Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM

Resumo

Entender a realidade e a aplicação dos conteúdos de química é de extrema importância para o processo de ensino-aprendizagem. Esse relato visa descrever a experiência adquirida na aproximação dos alunos de química através de sua cultura tradicional, aplicando palestra e atividade lúdica. Foi realizada uma pequena palestra com intuito de aplicar o conhecimento de oxidação utilizando exemplo de receitas tradicionais e atividades dinâmicas, assim aproximando o aluno da química através de cultura regional. Essas atividades foram aplicadas em uma visita técnica dos estudantes do 2º ano do Ensino Médio do Instituto Federal do Amazonas (IFAM). Na palestra abordou-se o assunto de oxidação aplicando as receitas tradicionais como o Chá de quebra pedra e a extração da tinta do jenipapo. Posteriormente foi aplicado uma atividade denominada “Queimada oxidativa”, onde os participantes utilizaram a adaptação de um jogo comumente usado no município e que os alunos que eram acertados pela bola precisavam responder perguntas sobre o processo de oxidação envolvido nas atividades teóricas. Foi aplicado com sucesso essas atividades onde pôde ser observada a satisfação dos alunos, havendo uma grande interação com os palestrantes. Verificou-se uma rica experiência adquirida tanto para os acadêmicos do ISB quanto para os alunos do IFAM, que fizeram muito elogios pelos métodos diferenciados de ensinar. Foi concluído que relacionar o ensino de química com a vida em si do aluno, como sua cultura, facilitou a aprendizagem, aproximando e construindo uma relação mais interessante entre o ensino de química e a aplicação do cotidiano dos conteúdos

Downloads

Publicado

2019-06-27

Como Citar

ANTHONY, A. A. A.; RODRIGUES, A. F. A.; SANTOS, J. P. S.; SODRÉ, E. S.; YAMAGUCHI, K. K. de L. Chá de quebra pedra e extração da tinta do jenipapo para o ensino de química. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 1, n. especial, p. 1, 2019. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/5624. Acesso em: 5 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>