Pérolas pedagógicas

o olhar da criança e suas perspectivas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29280/rappge.v9i2.13654

Palavras-chave:

Educação Infantil, Protagonismo Infantil, Pérolas Pedagógicas

Resumo

A presente produção tem como objetivo apresentar relatos de experiências produzidos através de observações e registros de algumas crianças da escola Núcleo de Desenvolvimento Infantil Casa Azul, localizada no município de Caucaia. As protagonistas dessa ação são algumas crianças do Infantil II e IV da instituição acima citada. Nosso intuito é demonstrar oralidades presentes no discurso estabelecido no contexto escolar, aqui denominadas Pérolas Pedagógicas. Essas constituem linguagens, estimuladas ou não por nós mediadoras e produzidas pelas crianças, que demonstram respostas inusitadas de nossas crianças diante de interrogações feitas pelas professoras. Aplicamos a metodologia que proporcionou respostas a perguntas (planejadas pelas professoras) das crianças. Tal produção contribuirá para reflexão sobre as diferentes respostas e a intervenção pedagógica diante das falas protagonizadas pelas crianças.

Biografia do Autor

Francisca Karla Botão Aranha, Prefeitura Municipal de Caucaia - Ceará

Doutora em Educação Brasileira (UFC). Mestre em Educação Brasileira (UFC). Especialista em Gestão Escolar (FAEL). Graduada em Pedagogia (UFC). Professora da Educação Básica no Município de Caucaia, Ceará, Brasil. 

Juliana Barbosa de Morais Weingartner, Prefeitura Municipal de Caucaia - Ceará

Mestre em Ciências da Educação (UCDB), Especialista em Psicomotricidade (FACPED), Educação Infantil (FATAP), Pedagoga (UVA), Professora da Educação Básica da Prefeitura Municipal de Caucaia, Ceará, Brasil. 

Referências

ANTÔNIO, Severino; TAVARES, Katia. Uma pedagogia poética para as crianças. 4. ed. Americana: Adonis, 2019. 112 p.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a Base. Brasília: MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf. Acesso em: 13 ago. 2023.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil (DCNEIs). Secretaria de Educação Básica. – Brasília: MEC, SEB, 2010. 36 p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/diretrizescurriculares_2012.pdf. Acesso em: 13 ago. 2023.

EATON, Heather et al. Espírito transcendente: honrar a criança e a religião: questões e insights. In: CAVOUKIAN, Raffi; OLFMAN, Sharna (org.). Honrar a Criança: como transformar este mundo. São Paulo: Instituto Alana, 2009. Cap. 6. p. 111-127.

FRIEDMANN, Adriana. A vez e a voz das crianças: escutas antropológicas e poéticas das infâncias. São Paulo: Panda Books, 2020. 200 p.

GONZÁLEZ REY, Fernando L. A pesquisa e o tema da subjetividade em educação. Psicologia da Educação, v. 13, p. 9-15, 2001. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/psicoeduca/article/view/32815. Acesso em: 13 ago. 2023.

MORAES, Rosalina Rocha Araújo; FROTA, Ana Maria Monte Coelho. A creche entre a poesia e a ludicidade: diálogos com Manoel de Barros. Educação em Foco, Belo Horizonte, v. 23, n. 41, p. 209-234, set./dez. 2020. Disponível em: https://revista.uemg.br/index.php/educacaoemfoco/article/view/4956. Acesso em: 13 ago. 2023.

REDIN, Marita Maria. Sobre as crianças, a infância e as práticas escolares. In: REDIN, Euclides; MULLER, Fernanda; REDIN, Marita Martins (Org.). Infâncias: cidades e escolas amigas das crianças. Porto Alegre: Mediação, 2007. p. 11-22.

SCHNEIDER, Mariângela Costa. O protagonismo infantil e as estratégias de ensino que o favorecem em uma turma de Educação Infantil. 2015. 147 p. Dissertação (Mestrado em Ensino) – Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 2015. Disponível em: https://www.univates.br/bduserver/api/core/bitstreams/bd581a45-f2df-439d-8fdb-225b3d690cd9/content. Acesso em: 13 ago. 2023.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Psicologia Pedagógica. Porto Alegre: ArtMed, 2003.

Publicado

04-06-2024

Como Citar

ARANHA, F. K. B.; WEINGARTNER, J. B. de M. Pérolas pedagógicas: o olhar da criança e suas perspectivas . Revista Amazônida: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 01–10, 2024. DOI: 10.29280/rappge.v9i2.13654. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/amazonida/article/view/13654. Acesso em: 19 jul. 2024.