DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL COMO FERRAMENTA NO PLANEJAMENTO E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS DA SUB-BACIA DO RIO LONTRA – TO

Geoenvironmental diagnosis as a tool for planning and management of water resources in the sub-basin of Lontra River - TO

  • Thaiana Brunes Feitosa Universidade Federal do Tocantins
  • Renisson Neponuceno de Araújo Filho Universidade Federal do Tocantins, campus de Gurupi
  • Caroline Iost Instituto Federal de Goiás, campus de Formosa
Palavras-chave: Geologia, Morfometria., Declividade, Uso e ocupação do solo., Tipos de solos

Resumo

A falta de informações sobre as características dos elementos que compõem o meio ambiente e a degradação, faz com que o diagnóstico geoambiental seja uma ferramenta essencial para as questões econômicas e ambientais do estado do Tocantins. Sendo assim, esse trabalho teve como objetivo fazer um diagnostico ambiental levando em consideração a caracterização geologica, geomorfologica, morfométrica, pedológica e de uso e ocupação do solo em sub-bacia do rio Lontra no estado do Tocantins. As características morfométricas foram determinadas utilizando o software ArcGIS 10.4, foram utlizadas bases cartográficas obtidas na SEPLAN. A partir dessas informações, foram determinados os demais índices utilizados no trabalho. A geomorfologia da sub-bacia foi caracterizada predominantemente por bacias sedimentares, com 62,15%. O uso e ocupação do solo predominante foi a pecuária, seguida pela agricultura, respectivamente 56,14% e 30,83%. A vegetação nativa representa 10,39%, e contribue para o uso sustentável dos recursos naturais do estado. Foi identificado a predominância do solo Argissolo, caracterizado pela baixa disponibilidade de nutrientes. O relevo foi classificado entre plano a ondulado, favorecendo o processo de infiltração. Através das características morfométricas foi constatado que a bacia apresenta forma alongada, apresentando um forte controle estrutural da drenagem e baixas condições que propiciem a formação de picos elevados de vazão e formação de enchentes. O levantamento geoambiental da sub-bacia do rio Lontra favoreceu o maior entendimento na dinâmica das formas que compõem a paisagem e dos riscos de degradação que uma determinada atividade ou utilização das terras pode ocasionar.

Biografia do Autor

Renisson Neponuceno de Araújo Filho, Universidade Federal do Tocantins, campus de Gurupi

 

 



Caroline Iost, Instituto Federal de Goiás, campus de Formosa

 

 

 

Referências

ALVES, Mirian Viana; SIQUEIRA, João Gomes. Caracterização Morfométrica Da Região Hidrográfica Do Baixo Paraíba Do Sul E Itabapoana/RJ. 2018. Anais do Simpósio de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Parnaíba do Sul. 2018.
ARCGIS. ArcGIS: Software – Versão 10.4. 2019. Disponível em: . Acessado em 06 de Janeiro de 2021.

BALEM, Tatiana Aparecida; MACHADO, Ricardo Lopes. Sistemas de produção de leite de base ecológica: a construção das variáveis a partir de uma experiência de extensão rural em Santa Maria (RS). Rev. Brasileira de Agroecologia. v. 14, n.1. 2019.

BAYER, Maximiliano; ASSIS, Pâmela Camila; SUIZU, Tainá Medeiros; GOMES, Matheus Cardoso. Mudança no uso e cobertura da terra na bacia hidrográfica do rio Araguaia e seus reflexos nos recursos hídricos, o trecho médio do rio Araguaia em Goiás. Revista Franco Brasileira de Geografia. 2020. DOI : https://doi.org/10.4000/confins.33972.

CPRM – Companhia de Pesquisa e Recursos Mineirais, Serviço Geológico do Brasil. 2021. Disponível em: < http://www.cprm.gov.br/publique/CPRM-Divulga/Os-Solos-2620.html>. Acessado em 31 de Março de 2021.

CPRM. Mapa de Unidades Geomorfológicas do Estado do Rio de Janeiro. Disponível em: . Acesso em 31 de Março de 2021.

Dagosta, F. C. P., Pinna, M., « Biogeography of Amazonian fishes: deconstructing river basins as biogeographic units » Neotropical Ichthyology, Maringá, n.03, v.15, p.1-24, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-0224-20170034
DOI : 10.1590/1982-0224-20170034

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Rio de Janeiro, 1979. 83p.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuária. Pastagem. Disponível em: . Acesso em março de 2021.

Latrubesse, E. M., Arima, E., Ferreira, M. E., Nogueira, S. H,. Wittmann, F., Dias, M. S., Dagosta, F. C. P., Bayer, M. « Fostering water resource governance and conservation in the Brazilian Cerrado biome » Conservation Science and Practice, v. 01, p.1-8, 2019. DOI: https://doi.org/10.1111/csp2.77. DOI : 10.1111/csp2.77
LACERDA, Heitor Carvalho; FONSECA, Humberto Paiva; FARIA, André Luiz Lopes de. Caracterização Morfométrica Da Bacia Hidrográfica Do Rio
Xopotó: Utilizando Imagens Palsar E Sentinel. Anais do Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Parnaíba do Sul. 2018.

LOPES, M. H., FRANCO, J. L. de A., COSTA, K. S., « Expressões da Natureza no Parque Nacional do Araguaia: Processos geoecológicos e diversidade da vida » Historia Ambiental Latinoamericana Y Caribeña (HALAC) Revista De La Solcha, La Paz, v. 07, n. 02, p. 65-100, 2017. https://doi.org/10.32991/2237-2717.2017v7i2.p65-100.

OHOFUGI, Danielle Soares Magalhaes. Proposta metodológica para determinação de áreas estratégicas de gestão para fins de uso e conservação dos recursos hídricos das bacias dos rios lontra e corda: uma contribuição ao plano de bacia / Danielle Soares Magalhaes Ohofugi. – Ribeirão Preto, 2020.

PEREIRA, Bruno Wendell de Freitas; MACIEL, Maria de Nazaré Martins; OLIVEIRA, Francisco de Assis de; FERREIRA, Bruno Monteiro; RIBEIRO, Ellen Gabriele Pinto. Geotecnologias com apoio de índices morfométricos para a caracterização da bacia hidrográfica do Rio Peixe-Boi, nordeste paraense. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.11 n.22; p. 2015.
PEREIRA, Pâmela Suelen Mendanha Lopes; MENDES, Laura Delgado. Geomorfometria De Bacia Hidrográfica Urbanizada: Uma Análise No Rio IGUAÇU-SARAPUÍ (RJ). Anais do XVII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada. 2017.

RIBEIRO, Ellen Gabriele Pinto; FERREIRA, Bruno Monteiro; MACIEL, Maria de Nazaré Martins; PEREIRA, Bruno Wendell de Freitas; SOARES, João Almiro Corrêa. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Igarapé do UNA por meio de geotecnologias, Brasil. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 2015.

SANTOS, H.G.; JACOMINE, P.K.T.; DOS ANJOS, L.H.C.; OLIVEIRA, V.A.; LUMBRERAS, J.F.; COELHO, M.R.; et al. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 5 ed. Brasília: Embrapa; 2018.

SEPLAN. Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente do Estado do Tocantins. Disponível em: . Acesso em: 12 de janeiro de 2021.

SECRETARIA DE AGRICULTURA E AQUICULTURA DO ESTADO DO TOCANTINS. Pecuária. Disponível em: https://seagro.to.gov.br/pecuaria/#:~:text=O%20Tocantins%20%C3%A9%20um%20dos,animais%20e%20da%20carne%20produzida. Acesso em março de 2021.

SILVA, G. C., ALMEIDA, F., ALMEIDA, R., MESQUITA, M., & ALVES JUNIOR, J.. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do riacho RANGEL-PIAUÍ, Brasil. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, 15(28). (2018).

SIQUEIRA, Eveline R.; VANDERLINDE, Jenifer L.; BERTI, Wanessa S. P.; APOLINARIO, Débora; Características Morfológicas Da Bacia Do Rio Tuna – Estado Do Paraná. Anais do XXII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos. 2017.

SOUZA, C. F. DE, PERTILLE, C. T., SCHRAMM CORRÊA, B. J., & VIEIRA, F. S. Caracterização Morfométrica da Bacia Hidrográfica Do Rio Ivaí - PARANÁ. Geoambiente On-Line. 2018.

JUNIOR, Osvaldo Borges Pinto; ROSSETE, Amintas Nazareth Rossete; Caracterização Morfométrica da Bacia Hidrográfica Do Ribeirão Cachoeira, MT-BRASIL. Geoambiente On-Line. 2005.

STRAHLER, A.N. Quantitative analysis of watershed geomorphology. New Halen:
Transactions: American Geophysical Union, p.913-920,1957.

VILLELA, F. N. J.; NOGUEIRA C. Geologia e geomorfologia da estação ecológica Serra Geral do Tocantins. Biota Neotrop. 2011, p. 217-230.
Publicado
2021-06-29
Como Citar
Feitosa, T. B., Araújo Filho, R. N. de, & Iost, C. (2021). DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL COMO FERRAMENTA NO PLANEJAMENTO E GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS DA SUB-BACIA DO RIO LONTRA – TO: Geoenvironmental diagnosis as a tool for planning and management of water resources in the sub-basin of Lontra River - TO. REVISTA GEONORTE, 12(39), 185-201. https://doi.org/10.21170/geonorte.2021.V.12.N.39.185.201
Seção
Artigos