OS CONFLITOS AGRÁRIOS FRENTE AS NOVAS DINÂMICAS TERRITORIAIS NO CAMPO MARANHENSE (1985 – 2018)

Agrarian conflicts in front of new territorial dynamics in maranhense field (1985 - 2018)

  • Thiago Ronyerisson Silva Costa Universidade Estadual do Maranhão – UEMA
  • José Sampaio de Mattos Junior Universidade Estadual do Maranhão - UEMA
  • Ronaldo Barros Sodré Universidade Federal do Maranhão – UFMA
  • Igor Breno Barbosa de Sousa Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – IFNMG
Palavras-chave: Capital. Conflito. Estado. Território.

Resumo

O Maranhão é um estado essencialmente agrário, engloba a maior população rural do Brasil, possui ainda uma ordenação fundiária historicamente concentrada, devido ao processo de incorporação e territorialização concebidos pelo capital, processo facilitado em seu contexto histórico pelo aparato do Estado. Assim, o presente artigo se propõe a analisar o papel do Estado e sua dinâmica de transferência do poder ao capital, como fator determinante para o processo de territorialização, este que se materializa em conflitos e exclusão dos trabalhadores no campo maranhense. A pesquisa foi baseada no método materialismo histórico e dialético com abordagem do tipo quantitativa, foram utilizados em complemento a bibliografia especializada no tema, dados secundários e de softwares de tabulação, auditoria de dados e confecção de mapas. Os resultados obtidos elucidam o elevado índice de conflitos por terra no Maranhão, o qual desencadeiam os processos de conflitos e suas conflitualidades no campo. Portanto, é necessário fomentar a articulação de movimentos dentro da estrutura social para estruturar uma política fundiária efetiva, que pode e deve ser parte de uma estratégia política destinada a combater ao mesmo tempo a desigualdade, a miséria e o desemprego e contribuir para superar o atual modelo de concentração fundiária, aplacar o processo de conflitos e conflitualidades e construir uma sociedade onde a vida tenha mais importância que os interesses do capital.

Referências

ALMEIDA, J. G; SODRÉ, R. B; MATTOS JUNIOR, J. S. de. O MATOPIBA nas chapadas maranhenses: impactos da expansão do agronegócio na microrregião de Chapadinha. Rev. NERA, Presidente Prudente, v. 22, n. 47, p. 248-271, 2019.

ANTUNES, R. O colapso do governo Dilma e do PT no Brasil. Herramienta, Buenos Aires, v. 57, 2015.

ARCANGELI, A. O mito da terra: uma análise da colonização da Pré-Amazônia maranhense. São Luís: UFMA/PPPG/EDUFMA, 1987.

Comissão Pastoral da Terra. Conflitos no Campo – Brasil. Goiânia, 1988. Disponível em: < https://www.cptnacional.org.br/publicacoes-2/conflitos-no-campo-brasil >. Acesso em: 20 dez. 2019.

_______. Conflitos no Campo – Brasil. Goiânia, 2012. Disponível em: < https://www.cptnacional.org.br/publicacoes-2/conflitos-no-campo-brasil >. Acesso em: 20 dez. 2019.

_______. Conflitos no Campo – Brasil. Goiânia, 2015. Disponível em: < https://www.cptnacional.org.br/publicacoes-2/conflitos-no-campo-brasil >. Acesso em: 20 dez. 2019.

_______. Conflitos no Campo – Brasil. Goiânia, 2018. Disponível em: < https://www.cptnacional.org.br/publicacoes-2/conflitos-no-campo-brasil >. Acesso em: 20 dez. 2019.

FERNANDES, B. M. Movimentos socioterritoriais e movimentos socioespaciais: contribuição teórica para uma leitura geográfica dos movimentos sociais. Rev. NERA, ano 8, n. 6, jan./jun. 2005. Disponível em: < https://revista.fct.unesp.br/index.php/nera/article/view/1460 >. Acesso em: 20 dez. 2019.

FERNANDES, B. M. Reforma Agrária no governo Lula: a esperança. FCT/UNESP. Set. 2003. Disponível em: < http://www2.fct.unesp.br/nera/publicacoes/LULA_RA.pdf > Acesso em: 20 abr. 2020.

FERNANDES, B. M; WELCH, C. A; GONÇALVES, E. C. Políticas Fundiárias no Brasil: uma análise geo-histórica da governança da terra no Brasil. Land Governance in Brazil. Framing the Debate Series, n. 2. ILC, Roma, 2012. Disponível em: < https://revista.fct.unesp.br/index.php/nera/article/view/2751. >. Acesso em: 20 dez. 2019.

GERMANI, G. I. Questão agrária e movimentos sociais: a territorialização da luta pela terra na Bahia. In: COELHO NETO, A. S.; SANTOS, E. M. C.; SILVA, O. A. (Geo)grafias dos movimentos sociais. Feira de Santana, BA: UEFS, 2010. 392p. 269-304.

GIRARDI, E. P; FERNANDES, B. M. A luta pela terra e a política de assentamentos rurais no Brasil: A reforma agrária conservadora. Rev. Agrária, São Paulo, n 8, p. 73-98, 2008.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Portal IBGE Cidades. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ma >. Acesso em: 20 jan. 2020.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. SIS – Síntese de Indicadores Sociais. Disponível: < https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/protecao-social/9221-sintese-de-indicadores-sociais.html?edicao=29143&t=sobre >. Acesso em: 25 jan. 2020.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. 25 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

OLIVEIRA, A. U. de. A longa marcha do campesinato brasileiro: movimentos sociais, conflitos e Reforma Agrária. Rev. Estudos Avançados, São Paulo, v. 15, n. 43, p. 185-206, dez. 2001. Disponível em: < https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/9831 >. Acesso em: 20 abr. 2020.

_______. Reforma Agrária no Governo Lula: a esperança. FCT/UNESP. Set. 2003. Disponível em: < http://www2.fct.unesp.br/nera/publicacoes/LULA_RA.pdf >. Acesso em: 20 abr. 2020. XII COLÓQUIO DE GEOCRÍTICA. UNIVERSIDAD NACIONAL DE COLOMBIA. A mundialização da agricultura brasileira. Bogotá, 7 a 11 mai. 2012.

SODRÉ, R. B. O Maranhão Agrário: dinâmicas e conflitos territoriais. 2017. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais, Universidade Estadual do Maranhão, São Luís, 2017. 211 f.

SODRÉ, R; MATTOS, J. O emaranhado dos conflitos de terra no campo maranhense. Rev. de Geografia e Ordenamento do Território (GOT), n. 10, p. 345-354, 2016.

THOMAZ JUNIOR, A. “Jogo” de cena e poder de classe no Brasil do século XXI. A contrarreforma agrária no Governo Lula. Presidente Prudente (SP), Rev. Pegada, n.4, v.1, 2003, p. 05-17. Disponível em: < https://revista.fct.unesp.br/index.php/pegada/article/view/819 >. Acesso em: 20 abr. 2020.
Publicado
2020-12-18
Como Citar
Costa, T. R. S., Mattos Junior, J. S. de, Sodré, R. B., & Sousa, I. B. B. de. (2020). OS CONFLITOS AGRÁRIOS FRENTE AS NOVAS DINÂMICAS TERRITORIAIS NO CAMPO MARANHENSE (1985 – 2018): Agrarian conflicts in front of new territorial dynamics in maranhense field (1985 - 2018). REVISTA GEONORTE, 11(38), 243-257. https://doi.org/10.21170/geonorte.2020.V.11.N.38.243.257
Seção
Artigos