THE PRODUCTION OF URBAN SPACE: THE RIGHT TO THE CITY AND THE RIGHT TO MOBILITY

  • Cristiano da Silva Paiva UFAM
Palavras-chave: Production of space, right to city and urban mobility.

Resumo

The challenge faced in this paper emerges from a deep concern with the role of urban structuring and its impact on social life, thus seeking to discuss the aspects (conversations on the plurality of alternatives) on urban mobility, the right to city, and the strength of space production discussed by several authors in geography. Geographic space, in these terms, is considered the main category of Geography through the understanding of the city as a way of life, which reveals its exclusionary and contradictory nature in the conviviality, on the one hand, of areas endowed with better infrastructure in order to guaranteeing an effective capital movement, and on the other hand, provokes a paradox, since there are still spaces lacking in the basic conditions for the resident population to obtain a decent life. While the right to the city manifests itself as the superior form of rights, as a right to freedom, access to services and goods, through displacements in the urban space. The right to participatory activity and the right to access that are embedded within the right to the city, could fully reveal the use of the urban space.

Referências

BANCO MUNDIAL. Cidades em movimento – estratégia de transporte urbano do Banco Mundial. Banco Mundial, 2002.
CARLOS, A. F. A. A (Re)Produção do Espaço Urbano. São Paulo: Edusp, 1994.
CÔRREA, R. L. Espaço: um conceito-chave da Geografia In: CASTRO, I. E. de.; GOMES, P. C. da C., CORREA, R. L. Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1995.
HARVEY, D. Condição Pós-Moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. Tradução: Adail Ubirajara Sobral e Maria Stela Gonçalves. 18. ed. São Paulo: Loyola, 2009b. 350 p.
LEFEBVRE, Henri. A produção do espaço. Tradução: Doralice Barros Pereira e Sérgio Martins (do original: La production de l’espace. 4e éd. Paris: Éditions Anthropos, 2000). Primeira versão: início - fev. 2006.
LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Tradução: Sérgio Martins. 3. reimpr. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 2008a. 176 p.
LEFEBVRE, Henri. De l´Etat. (4 volumes). Paris: Union Générale d’ Éditions, 1976-1978.
LEFEBVRE, Henri. Espaço e política. Tradução: Margarida Maria de Andrade e Sérgio Martins. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 2008b. 192 p.
LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. Tradução: Rubens Eduardo Frias. 5. ed. 1. reimpr. São Paulo: Centauro, 2009. 144 p.
OLIVEIRA, J.G.R. A importância do sistema de transporte coletivo para o desenvolvimento do município de campo grande – MS. Dissertação (mestrado) – Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, 2003.
SANTOS, M. Por uma Geografia Nova. 3.ed. São Paulo: Hucitec, 1986.
SANTOS, M. O espaço do cidadão. 2.ed. São Paulo: Nobel, 1993.
VASCONCELLOS, E. A, CARVALHO, C. H. R e PEREIRA, R. H. M. Transporte e mobilidade urbana. Brasília: CEPAL e IPEA, 2011. Textos para discussão.
VASCONCELLOS, E. A. Transporte e meio ambiente: conceitos e informações para análise de impactos. São Paulo: Edição do Autor, 2006.
Publicado
2019-02-09
Como Citar
Paiva, C. da S. (2019). THE PRODUCTION OF URBAN SPACE: THE RIGHT TO THE CITY AND THE RIGHT TO MOBILITY. REVISTA GEONORTE, 9(31), 207 - 215. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/4073