ANÁLISE HIGROTÉRMICA DO CAMPO E DA CIDADE DURANTE A PASSAGEM DE UM SISTEMA FRONTAL NO PERIODO DE INVERNO, SOROCABA, SP.

Autores

  • Alindomar Lacerda Silva
  • Edelci Nunes da Silva

Resumo

Em Sorocaba, a produção científica acerca da dinâmica climática urbana ainda é escassa. Há
necessidade de realizar trabalho de campo e fazer acompanhamento sinóptico para melhor
compreender a dinâmica da atmosfera urbana. Objetivo: descrever e analisar o comportamento da
temperatura e umidade numa área rural e urbana, no período de oito dias, durante a passagem da frente
fria e da penetração da massa polar e identificar a formação de ilha de calor, em Sorocaba.
Metodologia: Foram utilizados dataloggers Modelo HOBO U10 Temp./RH para coletar os dados de
temperatura e umidade de 1h em 1h, 24h por dia, na área urbana e na área rural. Compararam-se os
dados com a estação de superfície automática do INMET- A713. Foram feitos a identificação do
período de passagem do sistema frontal, gráficos e a calculo das diferenças de temperatura entre a
cidade e o campo. Resultados As análises mostraram que campo e cidade refletem as características
apontadas nos estudos clássicos de forma não homogênea. Durante a passagem da frente fria quase
não há diferenças nos valores de temperatura e umidade. Há formação de ilha de calor sob a atuação
do anticiclone polar atlântico. Espera-se aprofundar o conhecimento sobre as características locais do
clima urbano de Sorocaba.

Downloads

Publicado

2012-10-06

Como Citar

Lacerda Silva, A., & Nunes da Silva, E. (2012). ANÁLISE HIGROTÉRMICA DO CAMPO E DA CIDADE DURANTE A PASSAGEM DE UM SISTEMA FRONTAL NO PERIODO DE INVERNO, SOROCABA, SP. REVISTA GEONORTE, 3(9), 123–. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2484