ANÁLISE DO CONTEÚDO DE CLIMATOLOGIA EM LIVROS DIDÁTICOS DE GEOGRAFIA DO 5º E 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

  • Deize Elaine Nervis
  • Malu Ítala Araújo Souza
  • Adriana Olivia Sposito Alves

Resumo

O estudo da interação entre a superfície terrestre e a atmosfera, sempre foi necessário, pois a partir da observação e da análise das dinâmicas climáticas, temos indagações para pensar no desenvolvimento social e econômico da sociedade. Através da coleta e interpretação dos dados e fenômenos climáticos, podemos chegar a implicações diretas para a agricultura, saúde, previsões de catástrofes entre outras atividades. É nesse âmbito que o presente artigo, possibilita uma interação entre a escola e os conteúdos de climatologia nos livros didáticos, pois está temática está presente na vivência dos alunos e que também são de habilidades curriculares da Geografia. Diante disso conhecer o clima, saber como os elementos, fatores, fenômenos e variantes interagem é de fundamental importância para os discentes das séries iniciais do Ensino Básico. Portanto analisamos de que forma o conteúdo de clima é abordado em Livros Didáticos de Geografia, tal como este está sendo discutido com os alunos. A pesquisa em apreço parte de várias questões norteadoras relacionadas ao conteúdo de climatologia presente nos livros didáticos de Geografia. Para embasar nossa pesquisa apontamos questionamentos como: De que forma estão organizadas as unidades e o conhecimento climatológico nos livros didáticos do 5º e do 6º Ano do Ensino Fundamental? Como são apontadas as metodologias para a aprendizagem do conhecimento? Como está estruturado o conteúdo analisado nos livros didáticos de Geografia? Quais são as implicações do estudo do clima estruturadas no livro didático, do ponto de vista conceitual, fatual, procedimental e atitudinal? E quais são as propostas metodológicas apresentadas no livro didático? Entendemos assim que é papel fundamental da educação o despertar de uma nova escola voltada para a formação de cidadãos, homens e mulheres capazes de compreenderem e interferirem em sua realidade social. Partindo do pensamento de que o conhecimento é único, entendemos que a Geografia não pode estar descontextualizada da realidade dos que nela buscam explicações. Portanto, refletimos como os conteúdos de climatologia estão presentes nos livros didáticos e que não devem ser separados da vivência dos discentes. Nesse sentido, justificamos a necessidade de compreendermos o uso do livro nas escolas públicas, como sendo um dos principais recursos didáticos do professor e do aluno, e a abordagem que a climatologia geográfica é apresentada nos mesmos. A escolha deste conteúdo se deu principalmente por gostar desta temática, e perceber que em análise prévia de algumas coleções de Livros Didáticos, este conteúdo ainda é pouco evidenciado. Procura-se responder como estão organizadas as unidades e o conhecimento climatológico nos livros didáticos analisados, como são apontadas as metodologias para a aprendizagem do conhecimento, se a aplicação de metodologias de intervenção pedagógica complementar ao livro didático contribui para o processo de ensino-aprendizagem do aluno. O presente trabalho objetiva analisar o conteúdo de Climatologia presentes nos livros didáticos de Geografia do 5º e 6º Ano do Ensino Fundamental. O uso do Livro Didático no Brasil segundo D’Ávila (2008), foi mais evidenciado a partir da década de 1970, porém este instrumento pedagógico foi sempre estudado, principalmente por ter se transformado num produto comercializável e por ter uma destinação certa e um público específico. Há também questionamentos sobre a forma que o livro didático é utilizado pelos professores. Como essa ferramenta contribui para a formação de conhecimento e aprendizado dos alunos, e se o professor tem no Livro Didático um referencial seguro onde possa se embasar. Nesse sentido, foi pesquisado o conteúdo climatológico em nove Livros Didáticos de Geografia, sendo nove do 5º Ano e sete do 6º Ano do Ensino Fundamental, (seguindo o critério dos manuais mais utilizados pelas escolas públicas da Região Metropolitana de Goiânia). É importante ressaltar que o conteúdo de Climatologia é mais evidenciado no 5º e 6º do ensino fundamental, daí a escolha desses níveis para a pesquisa. Para tanto, buscamos nos basear nos referenciais teóricos com temáticas relacionadas ao livro didático enquanto, mediação docente, os instrumentos de avaliação do livro didático PNLD, PCNs e Diretrizes Curriculares, os conteúdos climatológicos encontrados em livros acadêmicos e didáticos, assim como leitura na área do ensino escolar e em práticas didático pedagógicas. Foi feito o levantamento bibliográfico acerca dos conteúdos climatológicos relacionado, os fatores, elementos e fenômenos climáticos, conceitos, correntes teóricas, entre outros. Sobre a análise nos livros didáticos foi observado o conteúdo climatológico, conteúdos fatuais, conceituais, procedimentais e atitudinais. Nos livros analisados foram observados diferentes modos de abordagem da temática em alguns, o conteúdo é abordado de forma detalhada e em outros este conteúdo é bem simplificado. Os resultados da pesquisa estão organizados em três principais aspectos. No primeiro é uma discussão acerca do livro didático, como ele é produzido, para quem ele é produzido e o uso deste instrumento em sala de aula. Aborda-se também o produto rentável que ele se transformou. A seguir são explanadas as formas de mediação com o livro didático e alguns problemas que ele carrega e ainda as etapas de classificação das coleções pelo PNLD. Em seguida é abordado a metodologia da pesquisa e o conteúdo de Climatologia nos documentos curriculares nos níveis nacional, estadual e municipal, além de uma análise dos conteúdos, tendo como referência Zabala (1998) denominados fatuais, conceituais, procedimentais e atitudinais (FCPA), apresentamos também os gráficos e tabelas que se referem a pesquisa nos Municípios da RMG. Por fim é apresentada a análise dos livros didáticos do 5º e 6º Ano do Ensino Fundamental referente ao conteúdo de Climatologia, é abordado como este conteúdo são trabalhado seguindo os critérios (FCPA). Por fim, apresentamos algumas considerações finais sobre a análise do conteúdo climatológico encontrado nos livros didáticos, tais como perspectivas para o ensino dessa temática na Geografia.

Downloads

Publicado

2012-10-06

Como Citar

Elaine Nervis, D., Araújo Souza, M. Ítala, & Sposito Alves, A. O. (2012). ANÁLISE DO CONTEÚDO DE CLIMATOLOGIA EM LIVROS DIDÁTICOS DE GEOGRAFIA DO 5º E 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. REVISTA GEONORTE, 3(8), 46–58. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2261