DISTRIBUIÇÃO TEMPORO-ESPACIAL DAS CHUVAS NAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ (PCJ)

Autores

  • Leandro Zandonadi
  • Aline Pascoalino

Palavras-chave:

bacia hidrográfica, chuvas, Rio Piracicaba, Rio Capivari, Rio Jundiaí

Resumo

O conhecimento da distribuição espacial pluviométrica constitui-se fator preponderante na tomada de medidas de governança referentes à relação disponibilidade - demanda de recursos hídricos, principalmente no que tange às esferas locais e regionais. Neste contexto, o presente estudo tem por objetivo realizar uma caracterização da distribuição temporo-espacial das chuvas nas bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, durante os anos de 1991 a 2000. Com esta finalidade, trabalhou-se com a espacialização dos totais anuais acumulados das chuvas em 48 postos distribuídos dentro da área de estudo e em seu entorno no período de 1991 a 2000. Constatou-se que os anos de 1995 e 1991 registraram os maiores totais pluviométricos, com o ano de 1995 sendo considerado o mais chuvoso, enquanto o ano de 2000 demonstrou os menores registros. A distribuição espacial das chuvas demonstrou que as porções central e leste das bacias apresentaram os maiores totais precipitados enquanto as porções mais a oeste apresentaram os menores valores.

Downloads

Publicado

2012-11-12

Como Citar

Zandonadi, L., & Pascoalino, A. (2012). DISTRIBUIÇÃO TEMPORO-ESPACIAL DAS CHUVAS NAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ (PCJ). REVISTA GEONORTE, 3(5), 830 –. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2175