PERFIL TERMOHIGROMÉTRICO EM UMA CIDADE DE PEQUENO PORTE EM SITUAÇAO SAZONAL DE INVERNO-2011 – O CASO DE VIÇOSA.

Autores

  • Carla de Souza Rocha
  • Edson Soares Fialho

Palavras-chave:

Clima Urbano, Ilha de Calor, Cidade de Pequeno Porte.

Resumo

O acelerado crescimento e urbanização das cidades de médio e pequeno porte, no Brasil, vemacompanhado do debate sobre a problemática ambiental. A partir de 1960/70 o aumento dosproblemas ambientais urbanos provocou uma revalorização dos aspectos naturais, dando crescenteimportância ao estudo do clima. Nesse contexto, tanto relevo, uso e ocupação do solo, dentre outros,devem ser estudados pela climatologia a fim de identificar as possíveis alterações presentes naatmosfera e assim contribuir com o planejamento da cidade. Um de nossos objetivos perpassa emanalisar a influência do processo de urbanização na configuração do campo térmico de Viçosa a fim deverificar as situações de tempo limites para configuração e rompimento da ilha de calor em cidade depequeno porte. O material utilizado foi o termo-higrômetro digital de leitura sensível, análise de cartassinóticas e imagens de satélite. As informações foram obtidas no Centro de Previsão de Tempo eEstudos Climáticos (CPTEC), Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), Instituto Nacional deMeteorologia (INEMET) e Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN). A pesquisa está emandamento, mas pudemos corroborar a hipótese de que há formação de ilhas de calor influenciadaspela urbanização e pelo gradiente térmico entre cidade e campo.

Downloads

Publicado

2012-11-12

Como Citar

Souza Rocha, C. de, & Soares Fialho, E. (2012). PERFIL TERMOHIGROMÉTRICO EM UMA CIDADE DE PEQUENO PORTE EM SITUAÇAO SAZONAL DE INVERNO-2011 – O CASO DE VIÇOSA. REVISTA GEONORTE, 3(5), 1009 –. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2162