UMA ANÁLISE DOS ASPECTOS GEOFÍSICOS E SOCIAIS DO RIO IMBOASSÚ, LOCALIZADO NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO, RJ

  • Vinícios de Moraes Betiol
Palavras-chave: Rio Imboassú, Teoria de Sistemas, Ação Antrópica, Educação Ambiental

Resumo

Este trabalho, é resultado de uma pesquisa feita no rio Imboassú, no município de São Gonçalo/RJ, queteve como objetivo, evidenciar a relação da geografia física com a geografia humana, em determinadosambientes. No caso do nosso estudo, o ambiente foi de rio. Ao trabalharmos com fenômenos físicos, nosdeparamos cada vez mais, com a influência antrópica, que são devidamente apontadas, e normalmentecriticadas. Porém, o que poucos fazem, é tentar entender os aspectos sociais, que levam a tal ação. Diantedessa situação, temos como problemática a falta de uma análise social em estudos geofísicos. Assim,podemos justificar a importância do estudo, já que com uma ênfase mais sistêmica, podemos entendermelhor não apenas o aspecto físico estudado, mas também o motivo das ações antrópicas que influenciamnesse aspecto. Com base nisso, utilizamos a metodologia, de entrevistar moradores locais, e fazer pesquisade campo, para poder relacionar os aspectos físicos analisados, com as informações passadas pormoradores. Como resultado, obtivemos o entendimento de que as principais ações antrópicas são causadaspela falta de conhecimento ambiental, e por falta de alternativas por parte da população, além do descasodo poder público.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Moraes Betiol, V. de. (2012). UMA ANÁLISE DOS ASPECTOS GEOFÍSICOS E SOCIAIS DO RIO IMBOASSÚ, LOCALIZADO NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO, RJ. REVISTA GEONORTE, 3(6), 313 - 324. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1946