MUSEU DE GEOLOGIA DA FECILCAM

  • José Antonio da Rocha
  • Edson Noriyuki Yokoo
Palavras-chave: Museu – Geologia – Ensino – Alunos – Extensão.

Resumo

Este artigo tem por objetivo demonstrar como, com poucos recursos logísticos e financeiros,estruturamos um museu de geologia para atender as necessidades do curso de Licenciatura eBacharelado em Geografia da Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão -FECILCAM. Sequencialmente, o atendimento estendeu-se a toda comunidade acadêmica daFECILCAM, às escolas da rede pública e privada, do ensino pré-escolar à pós-graduação da região deCampo Mourão, que abrange 25 municípios, com o total de 360 mil habitantes. Iniciamos pelaorganização do acervo de minerais, rochas, artefatos líticos e cerâmicos; coletando-se amostrasexistentes na região de Campo Mourão, e, posteriormente, em todo o estado do Paraná. Para melhoraro quantitativo e qualitativo contatamos órgãos estaduais e federais ligados à exploração mineral, alémde realizarmos intercâmbio com instituições estrangeiras (trocas de amostras). Também coletamosamostras em outros estados do Brasil de acordo com os recursos da FECILCAM.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Antonio da Rocha, J., & Noriyuki Yokoo, E. (2012). MUSEU DE GEOLOGIA DA FECILCAM. REVISTA GEONORTE, 3(6), 221 - 229. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1938