INUNDAÇÕES EM BACIAS HIDROGRÁFICAS URBANAS DE MANAUS – COMUNIDADES BAIRRO UNIÃO E N. S. de FÁTIMA

  • Denise Rodrigues Cruz
  • Reinaldo Corrêa Costa
Palavras-chave: Risco, Bacias Hidrográficas Urbanas, Manaus.

Resumo

Este trabalho apresenta uma análise espacial dos processos de formação de áreas de risco de inundação em Manaus (Amazonas, Brasil). Onde os processos naturais e sociais, em que a paisagem, segundo Bertrand, tem como fundamento de análise a dialética tipo-indivíduo, forma um conceito temporal e espacial que define unidades, no caso, sócioespaciais ao longo dos canais que entrecortam a cidade. Individualiza setores específicos de deslizamento e inundação, onde o risco é uma probabilidade de perigo que prejudica e ameaça a existência de um indivíduo ou de um coletivo conforme a interligação dos sistemas técnicos, econômicos, sociais, naturais e políticos. Isto inclui as marcas deixadas pelos eventos climáticos excepcionais de grandes chuvas relatadas pelos moradores do Bairro União, e da comunidade Nossa Senhora de Fátima. Outros importantes indicadores utilizados na análise são os atendimentos da Defesa Civil, e informações coletadas nos jornais locais reunidos e conferidos mediante trabalhos de campo, possibilitando um zoneamento escala local com inferências de graus de risco conforme metodologia do Instituto de Pesquisa Tecnológicas. A problemática do risco nos leva a essa investigação da totalidade do risco, isto é, seu espaço total no contexto do metabolismo urbano da metrópole, entendendo os processos da natureza sob a ótica dos geossistemas herdados pelas sociedades ligados aos processos (sociais, políticos e econômicos).
Publicado
2012-12-05
Como Citar
Rodrigues Cruz, D., & Corrêa Costa, R. (2012). INUNDAÇÕES EM BACIAS HIDROGRÁFICAS URBANAS DE MANAUS – COMUNIDADES BAIRRO UNIÃO E N. S. de FÁTIMA. REVISTA GEONORTE, 3(4), 759 - 771. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1872