A percepção do enfermeiro atuante na atenção básica durante preceptoria de Estágio Curricular II realizada com finalistas do curso de enfermagem

Autores

  • Ananias Facundes Guimarães Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Marcelo Henrique da Silva Reis Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Jéssica Karoline Alves Portugal Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Rodrigo Damasceno Costa Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Paula Andreza Viana Lima Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Lainara Castelo dos Santos Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Abel Santiago Muri Gama Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM

Resumo

Introdução: A preparação do profissional de saúde para o mercado de trabalho não pode ser restrita apenas ao ensino teórico, é essencial que o discente vivencie e participe de atividades práticas nos espaços de atuação futura. No curso de Enfermagem essa oportunidade acontece desde os primeiros períodos, porém, no estágio Curricular II o aluno passa a ter mais autonomia, responsabilidades, a fim de expandir seus conhecimentos, adquirir experiência, associando teoria e prática. Através desta experiência, o acadêmico obtém a chance de se relacionar profissionalmente com os funcionários atuantes na saúde de um município, colegas de turma, colocando em prática uma das ferramentas essenciais em qualquer setor pessoal, o trabalho em equipe, que é importantíssimo na área da saúde, onde a maioria das ações para serem desempenhadas de forma satisfatória precisam ser elaboradas e realizadas pela equipe multidisciplinar. Trata-se de um relato de experiência, que expõe a visão do enfermeiro atuante na Atenção Básica sobre a preceptoria realizada a acadêmicos do último período da graduação em Enfermagem do Instituto de Saúde e Biotecnologia. Objetivo: Relatar a percepção do enfermeiro preceptor de Estágio Curricular II sobre a experiência com a preceptoria de acadêmicos de Enfermagem. Metodologia: No último período da graduação em Enfermagem, o Instituto de Saúde e Biotecnologia – ISB oferta o estágio curricular, que é a atividade final do acadêmico na graduação, ocorrendo nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos municípios do interior do Amazonas. Na cidade de Coari, foram escolhidas 4 Unidades, dentre elas a UBS Henrique Octávio Pool, que recebeu 5 acadêmicos, acompanhados pelo Enfermeiro preceptor do dia 13/03/17 ao dia 13/04/17, totalizando 120 horas. Neste estágio o discente teve a oportunidade de trabalhar dentro do Programa Saúde da Família (PSF), que tem diversos tipos de atendimentos, dentre eles: atendimento ao Hipertenso, Diabético, Gestante, Idoso, Criança e demais públicos. Apesar de ser o ponto da graduação que o aluno possui mais autonomia, todas as ações realizadas precisam ser supervisionadas pelo enfermeiro da Unidade, que toda semana recebia a visita dos professores responsáveis pela disciplina, com o intuito de informar o desempenho dos alunos, possíveis intercorrências, elogios e também traçar metas para que o desenvolvimento e comprometimento apresentassem constante evolução. Resultados: Os profissionais e futuros profissionais puderam desenvolver diversas atividades na UBS Henrique Octávio Pool, mapeamento da área, construção de maquete, realização de campanha vacinal contra o HPV, realizada na Escola GM3, onde foi possível atender aproximadamente 100 crianças e adolescentes. Houve a participação nos atendimentos de saúde, vacinação, acompanhamento pré-natal, Hiperdia, Crescimento e Desenvolvimento (CD), inscrição do pré-natal, Preventivo do Câncer de Colo do útero (PCCU), Planejamento Familiar (PLAFAM), visitas domiciliares, cadastramento territorial e individual, e educação em saúde através da realização de palestras na UBS e também na comunidade. Conclusão: O conhecimento do profissional de saúde está em constante desenvolvimento, através desta experiência foi possível repassar conhecimentos, adquirir conhecimentos, conhecer a história de vida e as dificuldades enfrentadas por cada um. Além disso, apesar do pouco tempo, as atividades puderam ser planejadas, organizadas e implementadas, o suporte dado foi bastante elogiado, principalmente em relação a grande atenção dada, as oportunidades, os incentivos e o excelente relacionamento interpessoal. Diante do que foi visto neste período, fica a sensação de dever cumprido e a certeza que o mercado de trabalho passará a contar com 5 novos excelentes profissionais de enfermagem.

Downloads

Publicado

2019-06-27

Como Citar

GUIMARÃES, A. F.; REIS, M. H. da S.; PORTUGAL, J. K. A.; COSTA, R. D.; LIMA, P. A. V.; DOS SANTOS, L. C.; GAMA, A. S. M. A percepção do enfermeiro atuante na atenção básica durante preceptoria de Estágio Curricular II realizada com finalistas do curso de enfermagem. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 1, n. especial, p. 1, 2019. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/5667. Acesso em: 5 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>