Registros etnográficos sobre a Amazônia na obra “o turista aprendiz” de Mário de Andrade

  • Soraya de Oliveira Lima Universidade Federal do Amazonas
  • Rosemara Staub de Barros Zago Universidade Federal do Amazonas

Resumo

O artigo traz como relato algumas explanações do Capítulo 05 -“Viagens pelo Amazonas até o Peru, pelo Madeira até a Bolívia e por Marajó até dizer chega – 1927 -O Turista Aprendiz :viagem etnográfica Turista Aprendiz -1928 a 1929”, como parte da obra “O Turista Aprendiz, de Mário de Andrade”(2010).A obra é  considerada fundamental para compreender a busca que Andrade empreendeu pelo Brasil durante suas viagens por meio dos registros etnográficos no final da década de 1920. Como procedimentos metodológicos, o trabalho se concentra na análise bibliográfica do referido Capítulo, que relata a viagem que o escritor fez na Amazônia, bem como o modo como ele revela a região para o restante do Brasil, uma vez que vem realizando a renovação mental da nacionalidade a fim de ultrapassar limites no qual são impostos pela condição de herdeiros de um pensamento, que se propôs ser universalista, e ao mesmo tempo contribuir com estudos já existentes sobre a visão hegemônica da região Amazônica.

 

Palavras - Chave: Turista; Registro; Viagens Amazônia; Região Norte.

Biografia do Autor

Soraya de Oliveira Lima, Universidade Federal do Amazonas
Mestranda do Programa de Pós Graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia-UFAM-UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Professora, Pedagoga,Licenciada em Pedagogia, especialista em Coordenacao Pedagogica e Psicopedagogia, todas pela Universidade Federal do Amazonas-UFAM.
Publicado
2016-10-24