A contribuição dos instrumentos avaliativos para a autonomia na educação a distância

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar os principais instrumentos avaliativos empregados na Educação a Distância (EaD), investigando como eles interferem na prática pedagógica e no desenvolvimento da autonomia discente. Para isso, foi aplicado um questionário com perguntas destinadas a professores de escolas estaduais de uma cidade do Estado do Rio de Janeiro, que tenham participado de pelo menos um curso na modalidade a distância nos últimos cinco anos. Por meio da análise dos resultados, foi possível observar que existe consenso quanto à importância da avaliação formativa para o desenvolvimento do educando, ainda que grande parte dos professores também reconheça a avaliação somativa (aquela que considera apenas um resultado final como válido) como importante. Observou-se, também, que a maioria dos professores afirma avaliar seus alunos com instrumentos diferentes daqueles utilizados nos cursos EaD considerados. Conclui-se que a autoavaliação, enquanto instrumento de fundamental importância para o desenvolvimento da autonomia discente, é subutilizada na EaD. Faz-se necessário pensar sobre o papel da autoavaliação enquanto promotora do desenvolvimento do aluno da EaD.

Biografia do Autor

Leandro de Oliveira Silva, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ/CEDERJ, 2009); graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO/CEDERJ, 2015); Especialização em Educação Ambiental e Sustentabilidade pela Universidade Cândido Mendes (UCAM/PROMINAS, 2012); Especialização em Gestão Escolar Integrada pela Universidade Cândido Mendes (UCAM/PROMINAS, 2015); Especialização em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância pela Universidade Federal Fluminense (UFF, 2015) e Mestrado em Biociências e Biotecnologia pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), trabalhando no Laboratório de Química e Função de Proteínas e Peptídeos. Tem experiência na área de Educação a Distância como tutor a distância do curso de Técnico em Segurança do Trabalho do Instituto Federal Fluminense (IFF) e como tutor presencial do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Graduação a Distância do Consórcio Cederj/Fundação CECIERJ

David Almeida dos Santos

Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos pelo Instituto Federal de Educação; Técnico em Química pela Fundação São José e aluno do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas Modalidade EAD pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF/CEDERJ).

Hellen Candida Alves

Técnica em Química pelo Instituto Federal Fluminense (IFF) e aluna do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas Modalidade EAD pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF/CEDERJ).

Publicado
2021-01-04
Como Citar
de Oliveira Silva, L., Almeida dos Santos, D., & Candida Alves, H. (2021). A contribuição dos instrumentos avaliativos para a autonomia na educação a distância. Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas, 5(1), 01-21. https://doi.org/10.29280/rappge.v5i1.7638