CARACTERIZAÇÃO E DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DA CALHA PRINCIPAL DO MANANCIAL DE ABASTECIMENTO DA CIDADE DE TEÓFILO OTONI, MG

  • Rosângela Souza de Morais Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM
  • Adriana Cavalieri Sais Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Palavras-chave: Sistema de Informação Geográfica, vegetação ciliar, geoprocessamento

Resumo

A vegetação ciliar é de extrema importância tanto para o equilíbrio quanto para a qualidade dos recursos hídricos, sendo consideradas pela legislação brasileira Áreas de Preservação Permanente (APPs). Mas, apesar de sua relevância, sua degradação tem sido constante, tornando necessárias ações de diagnóstico e monitoramento dessas áreas. Nesse sentido, o presente trabalho traz uma abordagem crítica sobre o uso e ocupação do solo na área de APP às margens da calha principal do Rio de Todos os Santos, da região compreendida a montante da represa de abastecimento de água da cidade de Teófilo Otoni, MG. Para tal, realizou-se um diagnóstico baseado em fotointerpretação de imagens de satélite e com o auxílio do software livre de geoprocessamento, o QGIS 2.0.1, para a edição, digitalização, análise e cálculo dos resultados.

Biografia do Autor

Rosângela Souza de Morais, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM
Engenharia Hídrica
Adriana Cavalieri Sais, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Departamento de Desenvolvimento Rural
Publicado
2017-04-10
Como Citar
de Morais, R. S., & Sais, A. C. (2017). CARACTERIZAÇÃO E DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DA CALHA PRINCIPAL DO MANANCIAL DE ABASTECIMENTO DA CIDADE DE TEÓFILO OTONI, MG. REVISTA GEONORTE, 7(27), 1 - 17. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2668
Seção
Artigos