A INFLUÊNCIA CLIMÁTICA NO PROCESSO DE DESERTIFICAÇÃO/ARENIZAÇÃO EM GILBUÉS-PIAUÍ

Autores

  • Ivamauro Ailton de Sousa Silva
  • Juliana Ramalho Barros

Palavras-chave:

Desertificação, Arenização, Gilbués-PI

Resumo

A preocupação com o meio ambiente, com foco nas modalidades de degradação ambiental, constitui
um tema de indiscutível relevância. Os processos de desertificação e arenização ainda são alvo de
controvérsias entre os pesquisadores, devido à complexidade da dinâmica geoambiental e dos
parâmetros de análise. A pesquisa foi elaborada com base na pesquisa bibliográfica, dados
meteorológicos e pesquisa de campo. O propósito e o foco central do artigo é analisar a influência do
clima em consonância com os aspectos geoambientais no processo de desertificação/arenização em
Gilbués-Piauí. Para atingir os resultados da pesquisa elaboraram-se gráficos de precipitação anual
(2011) e mensal (outubro) foram fundamentais para elucidar as vicissitudes, a concentração e a
distribuição irregular do índice pluviométrico. Por meio da análise geoambiental foi possível
compreender que a área de estudo abrange ecossistemas frágeis, sobretudo pela variabilidade
climática, formações geológicas, e feições de solos são extremamente vulneráveis a erosão. Assim, a
região apresenta suscetibilidade natural à ocorrência e expansão do processo de
desertificação/arenização.

Publicado

2012-10-06

Como Citar

Sousa Silva, I. A. de, & Ramalho Barros, J. (2012). A INFLUÊNCIA CLIMÁTICA NO PROCESSO DE DESERTIFICAÇÃO/ARENIZAÇÃO EM GILBUÉS-PIAUÍ. REVISTA GEONORTE, 3(8), 831 –. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2461