A ESCOLHA DE ANOS PADRÃO COMO BASE PARA IDENTIFCAÇÃO DO REGIME DAS CHUVAS NA PORÇÃO CENTRO SUL DE MATO GROSSO DO SUL

  • Heverton Schneider
  • Charlei Aparecido da Silva

Resumo

O presente trabalho é em caráter de ensaio metodológico. Os resultados alcançados são restritos aoperíodo em análise e fundamentado por fontes bibliográficas conhecidas e utilizadas amplamente naClimatologia. Pretende-se aqui fornecer subsídios para analise de dados meteorológicos da regiãocentro sul de Mato Grosso do Sul, área denominada de Região da Grande Dourados. Pode-secaracterizar um método como sendo um procedimento que busca planejar a execução de uma pesquisafazendo parte de um processo sistematizado que compreendem etapas a serem analisadas citando deforma objetiva e concisa como se deu o processo de criação e estruturação do estudo e como isso irá serefletir até o término do trabalho. Segundo MARCONI (1985), o método pode ser determinado comoum conjunto de atividades sistemáticas ao qual permite alcançar objetivos mais corretos e auxiliandode forma mais eficaz o pesquisador. Nesse sentido os resultados obtidos nesse ensaio demonstram osanos padrão caracterizados por tendências normal, seca e chuvosa, determinados por meio do uso daproposta de TAVARES (1976). Deve-se considerar que a técnica e método fazem parte da aplicaçãoda metodologia, pois possibilita no aproveitamento de um plano auxiliar. Sendo assim, o presentetrabalho procurou discutir o método utilizado por TAVARES (1976) denominado Desvio Percentualdas Precipitações Sazonais (DPPS), cujo objetivo é a escolha de anos padrão dentro de uma sériehistórica de trinta anos, no qual o recorte temporal compreende nesse ensaio o período de 1980 a 2009.Acredita-se que a utilização de anos padrão aproxima-se mais dos objetivos da analise rítmica,levando em consideração as precipitações sazonais e médias do período citado acima, é possíveldistinguir anos com distribuição de chuvas caracterizadas como “normais” e outras em situaçõesextremas como “secas” e “chuvosas”. Para isso determinou-se que para um ano “padrão normal”,deve-se considerar a distribuição da pluviosidade media para vários anos de modo similar entre osmesmos. Para ano “padrão seco” a distribuição das chuvas, deve-se apresentar com desvio negativoem relação aos índices mais frequentes. Para ano “padrão chuvoso” deve-se considerar a distribuiçãode chuvas em excesso em relação aos dados habituais. Para defini-los, utilizou-se como base os dadosde pluviosidade da estação meteorológica da EMBRAPA CPAO, localizada no município deDourados/MS, cuja região está inserida no objeto de estudo. Portanto, o presente trabalho pretendeatravés de um estudo quantitativo e qualitativo, espacializar inicialmente a distribuição temporal daschuvas a fim de verificar a eficiência da proposta de TAVARES para a área de estudo, ou seja, suaadequação á realidade climática da porção centro-sul de Mato Grosso do Sul.
Publicado
2012-10-06
Como Citar
Schneider, H., & Silva, C. A. da. (2012). A ESCOLHA DE ANOS PADRÃO COMO BASE PARA IDENTIFCAÇÃO DO REGIME DAS CHUVAS NA PORÇÃO CENTRO SUL DE MATO GROSSO DO SUL. REVISTA GEONORTE, 3(8), 262 -. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2323