CLIMATOLOGIA E INTERNET: ANÁLISE E PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA NO ENSINO MÉDIO

  • Magno Emerson Barbosa
  • Adriana Olíva Sposito Alves Oliveira
Palavras-chave: Internet, Climatologia escolar, Ensino de Geografia.

Resumo

O trabalho em apreço é resultado de uma pesquisa de iniciação científica (PIVIC), onde buscou novas contribuições para o Ensino de Geografia, especificamente com os conteúdos de Climatologia voltados para o Ensino Médio. As justificativas da presente pesquisa encontra-se na busca por novas metodologias no Ensino de Geografia, tendo em vista, as poucas produções científicas que abordam sobre a temática proposta, no caso a internet como instrumento pedagógico e, se tornam mais escassos ainda as produções quando tratam de temas que dizem respeito aos aspectos físico-naturais no Ensino de Geografia.O presente trabalho tem como objetivo apontar uma proposta metodológica que utilize a internet como instrumento pedagógico no ensino de Geografia, para os alunos do Ensino Médio, identificando suas especificidades de conteúdos climatológicos nos sites e averiguando suas possíveis aplicações na sala de aula.Para alcançarmos os objetivos propostos, foi necessário identificar os conteúdos climatológicos, assim como classifica-los e analisá-los. A partir disso, foi possível ter a clareza e o conhecimento dos conteúdos e dos sites que trabalham com a climatologia, para assim, serem apropriados para o planejamento escolar e como recursos pedagógicos para o processo de ensino-aprendizagem. A pesquisa se enquadra nos parâmetros de investigação científica da pesquisa qualitativa, especificamente com a metodologia de: estudo de caso. Utilizando-se, também da pesquisa documental, visando identificar sites com conteúdos climatológicos. A partir dessa identificação, foram levantados alguns problemas: Para isso foram subdivididos em dos grupos segundo suas especificidades, ou seja, os sites foram apresentados em duas categorias segundo a proposta do trabalho, e realizado um recorte total de dez sites a serem analisados. O primeiro grupo refere-se aos sites que seguem uma proposta educacional, em muitos casos isso é evidenciado pelo seu contexto em apresentar outros conteúdos de Geografia e/ou até mesmo de outras disciplinas escolares. O segundogrupo de sites são os de cunho institucional governamental, por apresentar uma interface mais técnica, com dados e informações que servem de apoio multidisciplinar ao trabalho ou a pesquisa em diferentes níveis, e também sob o critério de embasamentos científicos em seus conteúdos. Assim,partes das informações coletadas ocorreram por meio de questionários que buscam verificar informação sobre os aspectos dos usos da internet, no inicio, e no final da pesquisa outro questionário específico de conteúdos de climatologia e a internet como instrumento de pesquisa. Em todo o processo a percepção sobre o comportamento dos alunos foi considerada. Outro elemento componente à coleta de dados foi a utilização da metodologia de observação participante, na qual permitiu uma maior proximidade com os alunos e consequentemente atendendo as adequações necessárias para atingir os objetivos propostos do trabalho. Todavia a observação participante veio como uma necessidade para a pesquisa, pois em sua constituição teve a aplicação de uma sequência didática, acarretando em uma maior interferência na situação da investigação que será discutida posteriormente. Para tanto, o texto inicia com uma discussão sobre o conceito dos conteúdos fatuais, conceituais, procedimentais e atitudinais (Zabala, 1998), adiante a apresentação dos sites trabalhados na pesquisa,sendo feita uma classificação das tipologias dos conteúdos de climatologia encontrados na internet.Em seguida são apresentadas as etapas da execução da sequencia didática juntamente com as proposições e critérios para a utilização da internet no processo de ensino-aprendizagem. Portanto, tem como consideração final que, reunir esses elementos que visam capacitar, permitir novos olhares sobre um instrumento, sendo assim, pode contribuir para formação cidadã dos alunos, pois unindo as questões dos conteúdos de clima e seus recursos existentes na internet, temos a possibilidade de intervir em uma melhora no Ensino de Geografia e na formação dos indivíduos envolvidos no processo de ensino-aprendizagem e como os sujeitos envolvidos podem se apropriar desses recursos para a construção de conhecimentos.
Publicado
2012-10-06
Como Citar
Emerson Barbosa, M., & Sposito Alves Oliveira, A. O. (2012). CLIMATOLOGIA E INTERNET: ANÁLISE E PROPOSTA METODOLÓGICA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA NO ENSINO MÉDIO. REVISTA GEONORTE, 3(8), 108 - 120. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2267