IMPACTOS DAS CONSTUÇÕES CIVIS SOBRE ÁREAS DE TERRA PRETA ARQUEOLÓGICA NA PRAIA DO PEPINO, MUNICÍPIO DE ALTAMIRA-PARÁ

Autores

  • Enoque Gomes de Morais
  • Valeria Roberta dos Santos
  • Rita Denize de Oliveira

Palavras-chave:

Sitio Arqueológico, Solo, Terra Preta Arqueológica, Praia do Pepino.

Resumo

O intenso crescimento demográfico na cidade de Altamira vinculado ao intenso fluxo migratório tem ocasionado, entre outras, uma corrida imobiliária nesta região, isso implica no avanço sobre áreas de preservação, encostas, margem de rio, e até mesmo sobre áreas de sítios arqueológicos a exemplo de um sitio arqueológico na praia do pepino, em que estão associados os mesmo solos Terra Preta Arqueológica que são solos antrópicos, com alta fertilidade, ricos em P, Ca, K, Mg, Cu, Zn e Mn, de coloração muito escura e com abundancia de artefatos cerâmicos, líticos e carvão (COSTA et al. 2009 apud KERN, 1996). Nesse sentido, esta pesquisa tem por objetivo caracterizar os solos de Terra Preta Arqueológica do sítio é averiguar os possíveis impactos do setor de construção civil sobre o sítio no contexto da implantação da hidrelétrica de Belo Monte. A metodologia utilizada neste trabalho constou da abertura de perfis, descrição das amostras segundo metodologia de Lemos &Santos (2006), coleta de amostras para análise físico-química e analise da paisagem através de registros fotográficos e georreferênciamento de pontos. Este sítio arqueológico, atualmente é colonizado por vegetação secundária e algumas árvores frutíferas remanescentes, sobretudo, seu entorno é marcado por inúmeras construções, atualmente encontra-se próxima a uma área comercial, e área de sedimentação arenosa que população de classe mais baixa faz uso como área de lazer no período de estiagem. A área onde fica localizado o sitio arqueológico, passa por constantes transformações em virtude do inicio das atividades no canteiro de obras da Hidrelétrica de Belo Monte, sendo possível observar uma apropriação do espaço não somente por uma classe baixa da população marginalizada, mas por novos atores, que iniciam obras de grande porte sobre a área do sítio, casas de alto padrão econômico. O sitio Arqueológico da praia do pepino, local da área de estudo, corre serio de desaparecer tendo em visa o rápido e devastador avanço das edificações na cidade de Altamira, principalmente em bairros periféricos como o bairro Jardim Independente II, onde fica situado o sitio arqueológico da praia do pepino.

Downloads

Publicado

2012-11-12

Como Citar

Gomes de Morais, E., Roberta dos Santos, V., & Denize de Oliveira, R. (2012). IMPACTOS DAS CONSTUÇÕES CIVIS SOBRE ÁREAS DE TERRA PRETA ARQUEOLÓGICA NA PRAIA DO PEPINO, MUNICÍPIO DE ALTAMIRA-PARÁ. REVISTA GEONORTE, 3(5), 566 –. Recuperado de //periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2108

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)