ZONEAMENTO DE ÁREAS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL URBANAS. O EXEMPLO DA ZONA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL 7 EM NATAL, RN

  • Luiz Antonio Cestaro
  • Ermínio Fernandes
Palavras-chave: zoneamento ambiental, unidade de conservação urbana, planejamento ambiental, cidade

Resumo

A compartimentação dos espaços em unidades de proteção ambiental é uma tarefa complexa, que setorna mais difícil quando essas unidades estão inseridas na cidade. Isto se dá, sobretudo, em função daelevada demanda a que esses espaços estão submetidos. O presente trabalho apresenta uma propostade zoneamento para uma Zona de Proteção Ambiental, a ZPA 7, instituída para a cidade de Natalatravés de seu Plano Diretor. O zoneamento leva em conta suas unidades geoambientais, os usos e acobertura do solo e as restrições à ocupação do solo previstas na legislação ambiental. Para tantoforam realizadas caracterizações e mapeamentos, que culminaram na segmentação da ZPA em trêssubzonas: Subzona de Preservação, Subzona de Conservação e Subzona de Uso Restrito. Para cadasubzona é apresentada sua espacialização e seus usos potenciais. O resultado mostrou-se satisfatóriodo ponto de vista conceitual, mas apenas um amplo debate público, envolvendo os segmentos dasociedade interessados na regulamentação da ZPA, poderá referendar o zoneamento proposto eestimular a aplicação da metodologia utilizada.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Antonio Cestaro, L., & Fernandes, E. (2012). ZONEAMENTO DE ÁREAS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL URBANAS. O EXEMPLO DA ZONA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL 7 EM NATAL, RN. REVISTA GEONORTE, 3(6), 1391 - 1404. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/2031