DIAGNÓSTICO QUANTITATIVO DE DEPÓSITO DE ARGILA E DETERMINAÇÃO DO PERÍODO DE SUPRIMENTO DO MINÉRIO DE ACORDO COM A DEMANDA DAS INDÚSTRIAS DE CERÂMICA VERMELHA DO MUNICÍPIO DE SÃO MANOEL DO PARANÁ (PR) COMO ESTRATÉGIA DE PLANEJAMENTO AMBIENTAL

  • Edilaine Valéria Destefani
  • Leandro César Cunha
Palavras-chave: jazida de argila, quantificação e demanda, tempo de vida útil, cerâmica vermelha, benefícios ambientais.

Resumo

A indústria de cerâmica vermelha é umas das principais atividades econômicas desenvolvidas nomunicípio de São Manoel do Paraná (PR), sendo atividade que envolve a extração do minério argilanas jazidas encontradas em áreas da planície aluvial do médio/baixo rio Ivaí. Sendo atividade queenvolve a extração de solo é também geradora de impactos ao meio ambiente. O objetivo destetrabalho é mostrar um diagnóstico qualitativo e quantitativo do minério disponível em uma jazidaainda inexplorada e determinar o seu período de suprimento para a demanda das indústrias decerâmica vermelha e considerar o mapeamento da jazida como estratégia de se promover umplanejamento ambiental. A metodologia envolve a realização de mapeamento e sondagens parareconhecimento do material sedimentar e cálculo do volume (m3) do minério em Reservas Medidas eReservas Inferidas; o levantamento da quantidade de tijolos produzidos pelas indústrias por meio deentrevistas com os proprietários e do número, capacidade e ciclo dos fornos usados na queima destesprodutos. Os resultados mostraram que a jazida apresenta depósito com grande homogeneidade sílticoargilosocom espessura entre 8 a 9m. A quantidade de argila disponível na jazida é de 2.192.218m3 ou3.441.783 toneladas que correlacionadas ao consumo das cinco indústrias que é de 100.476 toneladasanuais determinou-se que a capacidade da referida reserva de argila de suprir a demanda é de 34 anose 3 meses. Os resultados obtidos junto a análise do mapeamento mostra-se como estratégia paraplanejar a atividade econômica e oferece conseqüentes benefícios ao meio ambiente no que se refereao aproveitamento total do minério na jazida, exploração de áreas menores e o direcionamento deestratégias para minimizar impactos ambientais.
Publicado
2012-11-16
Como Citar
Valéria Destefani, E., & César Cunha, L. (2012). DIAGNÓSTICO QUANTITATIVO DE DEPÓSITO DE ARGILA E DETERMINAÇÃO DO PERÍODO DE SUPRIMENTO DO MINÉRIO DE ACORDO COM A DEMANDA DAS INDÚSTRIAS DE CERÂMICA VERMELHA DO MUNICÍPIO DE SÃO MANOEL DO PARANÁ (PR) COMO ESTRATÉGIA DE PLANEJAMENTO AMBIENTAL. REVISTA GEONORTE, 3(6), 861 - 874. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1994