COMPARAÇÃO DA POROSIDADE TOTAL, GRANULOMETRIA E CONDUTIVIDADE HIDRAÚLICA DE AMOSTRA DE SOLO EM ÁREA FLORESTADA E DE CAMPO

  • Cristiane Dambrós
Palavras-chave: Condutividade Hidráulica, porosidade total, granulometria, solo.

Resumo

Este trabalho objetiva comparar a porosidade total, granulometria e a condutividade hidráulica do solo em área florestada (eucalipto) e de campo (nativo), localizadas no município de Rosário do Sul, Rio Grande do Sul/Brasil. Para a determinação dos índices de porosidade foi utilizado o método proposto por Reinert e Reichert (2006), a coluna de areia, a granulometria foi acurado por peneiramento e pipetagem e a condutividade hidráulica determinado em laboratório através do permeâmetro de carga constante. Destaca-se que a área florestada apresentou na classificação textural um solo arenoso-franco e na área de campo franco-arenosa. Em termos de condutividade hidráulica a área de campo apresentou 0,592 cm/h, já a área florestada apresentou 0,560 cm/h e, a porosidade apresentou maior percentual na área de campo 45,8% e na área florestada 44,7%. Conclui-se que os índices não apresentaram valores discrepantes, isto, provavelmente devido a ocorrência da mesma rocha matriz, estudos referentes às características físicas do solo são fundamentais para aprofundamento de estudos mais abrangentes, como planejamento de bacias hidrográficas.
Publicado
2012-12-05
Como Citar
Dambrós, C. (2012). COMPARAÇÃO DA POROSIDADE TOTAL, GRANULOMETRIA E CONDUTIVIDADE HIDRAÚLICA DE AMOSTRA DE SOLO EM ÁREA FLORESTADA E DE CAMPO. REVISTA GEONORTE, 3(4), 566 - 577. Recuperado de https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/article/view/1856