Educomunicação no Ambiente Escolar: um importante instrumento para o despertar da consciência ecológica dos discentes

  • Guilhermina de Melo Terra Universidade Federal do Amazonas
  • Margarida dos Santos Valente Cruz Universidade Federal do Amazonas
  • Maricélia Ferreira dos Santos Paiva Universidade Federal do Amazonas
  • Thaís Lima Trindade Universidade Federal do Amazonas

Resumo

Aborda as contribuições da Educomunicação no processo de construção de uma consciência ecológica dos discentes, que inicia com as práticas da Educomunicação no ambiente escolar, enquanto campo de estudo das áreas de Educação e Comunicação, que a priori, deve propiciar uma educação participativa e democrática, além de uma comunicação que priorize as relações humanas e o meio ambiente como ações transformadoras da sociedade. Apresenta os conceitos de Educomunicação e Ecologia, além de abordagens sobre as práticas educomunicativas no ambiente escolar. Adotou-se a abordagem qualitativa, baseada no caráter descritivo, estabelecido pela pesquisa bibliográfica. Como resultado compreende-se que a Educomunicação apresenta alternativas significativas aos desafios da participação e integração nas atividades ligadas a construção de uma consciência ecológica e, consequentemente, na formação da cidadania. Conclui-se que, para o ambiente escolar, a Educaomunicação pode ser vista como um importante instrumento para o despertar da consciência ecológica, pela participação social e construção da cidadania.

Biografia do Autor

Guilhermina de Melo Terra, Universidade Federal do Amazonas

Pós-Doutora em Museologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Margarida dos Santos Valente Cruz, Universidade Federal do Amazonas

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade Federal do Amazonas.

Maricélia Ferreira dos Santos Paiva, Universidade Federal do Amazonas

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade Federal do  Amazonas.

Thaís Lima Trindade, Universidade Federal do Amazonas

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade Federal do Amazonas.

Publicado
2019-04-15