Remuneração inicial docente da rede estadual de ensino de São Paulo: algumas comparações (1977-2014)

Resumo

O presente trabalho é resultado de parte de pesquisa de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo e busca analisar a remuneração inicial (RI) dos professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental da rede estadual de São Paulo, tendo como recorte temporal uma série histórica longa, o período de 1977 a 2014,  e tomando como parâmetros comparativos o valor do Salário Mínimo Oficial (SMO) e o valor da Cesta Básica de Alimentos em São Paulo (CBA-SP). O método de investigação se caracteriza como de uma pesquisa exploratória, com base em análise bibliográfica e documental. Os resultados permitiram perceber que os parâmetros informam sobre um maior ou menor “poder de compra” no período, sendo que a pior relação do SMO com a CBA-SP ocorreu em outubro de 1994, em que 1 (um) SMO comprou somente 0,79 da CBA-SP e a melhor ocorreu em outubro de 2014 onde 1 (um) SMO conseguia adquirir 2,12 CBA-SP. Com relação aos docentes, efetuou-se a comparação entre a RI e a CBA-SP e a melhor relação ocorreu em 1977, em que 1 (uma) RI conseguia adquirir 8,90 CBA-SP, e a pior em 1991, quando foi possível adquirir somente 3,02 CBA-SP, caracterizando pior poder de compra dos docentes.

Biografia do Autor

Rubens Barbosa de Camargo, Universidade de São Paulo - USP

Possui graduação em Licenciatura em Física pela Universidade de São Paulo (1981), Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1989) e Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1997). Foi professor da Educação Básica na rede pública e privada em São Paulo (1978 a 1992). Atuou na gestão da Secretaria Municipal de Educação do Município (SME) de São Paulo de 1989 a 1992. Foi professor Assistente e Professor Adjunto do Departamento de Educação (DEd) do Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) (1993-1998). Desde 1998 foi Professor Doutor do Departamento de Administração Escolar e Economia da Educação (EDA) da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (Feusp). Obtenha o título de Livre-Docente do EDA da FEUSP em 2018 (Professor Assistente I). Não Ensino Superior tem ministrado diferentes disciplinas e cursos de graduação, pós-graduação e extensão, bem como orientado doutorados, mestrados, monografias, trabalhos de conclusão de cursos e projetos de iniciação científica. Participou e participa de diferentes comissões permanentes e temporárias na UFSCar, na Feusp e na USP. É ex-Presidente da Comissão de Graduação da Feusp (2008 a 2010), foi vice-chefe da EDA / Feusp (2014-2016) e é Chefe do EDA / Feusp (2016 e 2018). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Política Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: política educacional, financiamento da educação, gestão democrática, financiamento público da educação e análise de políticas educacionais. Foi Conselheiro do Conselho Municipal de Educação (CME) de São Paulo (2001 a 2008) e Conselheiro do Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundef e Fundeb (CACS) (2001) em São Carlos e (2004-2008) da Cidade de São Paulo. Foi Secretário de Educação e Cultura de São Carlos / SP (2001) e Secretário de Educação de Suzano / SP (2005 e 2006).

Claudia Alves Pereira

Mestre em Educação pela Universidade de São Paulo (2016). Pós-graduação em Psicopedagogia pela Faculdade Diadema (2008). Graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário São Camilo (2007). Pedagoga na Secretaria de Educação do Amazonas (2020). Atuou no Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica- PARFOR (2020). Professora da Educação Básica dos anos iniciais na rede pública Estadual de São Paulo, desde 2002. Pesquisadora das temáticas: Alfabetização, Políticas Públicas em Educação, Carreira, Remuneração Docente e Financiamento da Educação.

Publicado
2021-01-13
Como Citar
Barbosa de Camargo, R., & Alves Pereira, C. (2021). Remuneração inicial docente da rede estadual de ensino de São Paulo: algumas comparações (1977-2014). Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas, 5(1), 01-25. https://doi.org/10.29280/rappge.v5i1.8617